"É um patrimônio normal", diz ex-prefeito de Jandira

"É um patrimônio normal", diz ex-prefeito de Jandira

Atualizado: Quinta-feira, 12 Maio de 2011 as 8:30

O ex-prefeito Paulo Bururu (PT), hoje empresário na área de locação de máquinas de terraplanagem, nega ligações com a "máfia da merenda". Ele afirma que jamais recebeu propina. "Vão ter que provar isso", desafia. Sobre seu patrimônio, que a promotoria sustenta ter sido constituído com dinheiro da corrupção, ele retruca. "Não são imóveis de grande valor, é patrimônio normal de quem foi vereador por oito anos, prefeito por mais oito e trabalhador com carteira assinada por 20 anos. Minha vida é um livro aberto."

A ação do Ministério Público relata: "Bururu, a quem cabia exercer honestamente o mandato de prefeito, permitiu que o cartel da merenda agisse por longos oito anos em Jandira. Enriqueceu ilicitamente, adquirindo durante e após o seu mandato bens valiosos, inclusive uma casa de alto padrão em condomínio fechado. Aplicou o dinheiro público em seu próprio benefício".

Bururu é acusado de embolsar 10% por mês do que era pago pela prefeitura à máfia da merenda. "Estão atirando para tudo quanto é lado", ele protesta.

A assessoria jurídica da empresa Geraldo J. Coan é taxativa. "Nega veementemente toda a acusação de ilicitude e entende injusta qualquer indisponibilidade de bens tendo em vista que não houve oportunidade de defesa".

veja também