MENU

Umidade do ar sobe, e São Paulo deixa estado de alerta

Umidade do ar sobe, e São Paulo deixa estado de alerta

Atualizado: Sexta-feira, 9 Setembro de 2011 as 8:17

A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil da cidade de São Paulo informou no fim da tarde desta quinta-feira (8) que toda a capital foi colocada novamente em estado de observação, com umidade relativa do ar em torno de 35%, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura.

Durante a tarde desta quinta, a Defesa Civil chegou a decretar estado de alerta em três regiões da cidade: Norte, Leste e Centro-Oeste. No fim da tarde, no entanto, a umidade do ar melhorou. A baixa umidade relativa do ar propicia o surgimento ou agravamento de doenças respiratórias, cardiovasculares e oculares. A Defesa Civil decreta estado de alerta quando o índice fica abaixo de 20% e recomenda alguns procedimentos aos paulistanos, como evitar exercícios físicos e trabalhos ao ar livre entre 10h e 16h, evitar aglomerações e ambientes fechados e umidificar o ambiente por meio de vaporizadores, toalhas molhadas ou recipientes com água.

Sem medidas preventivas, segundo a Defesa Civil, podem ocorrer ressecamento de mucosas do nariz e da garganta; nariz entupido ou com sangramento, espirros, tosse, dificuldade para respirar, rinite e crises de asma; aumento do risco de infecções respiratórias; piora das doenças respiratórias preexistentes; ressecamento da pele e irritação dos olhos por ressecamento, com vermelhidão, ardência, sensação de areia nos olhos, coceira e aumento das conjuntivites alérgicas.      

veja também