MENU

Universitários brasileiros desenvolvem primeiro avião nacional de acrobacias

Universitários brasileiros desenvolvem primeiro avião nacional de acrobacias

Atualizado: Quinta-feira, 15 Outubro de 2009 as 12

Depois de seis anos de pesquisa, está pronto o primeiro avião brasileiro de acrobacias, da categoria mais radical, desenvolvido interiramente por uma equipe de universitários. O voo inaugural ocorreu em Belo Horizonte, nesta quarta-feira, 14 de outubro.

Quando aterrissa, o piloto de acrobacia Marcos Geraldi ainda parece nas nuvens, tamanha alegria. "Para um piloto treinar ele tinha que comprar um avião de fora ou ir lá para fora treinar", diz.

O piloto e nove empresas bancaram o projeto de US$ 300 mil. Compraram, no exterior, motor e hélice; e no Brasil, subsidiaram a pesquisa que a Universidade Federal de Minas Gerais desenvolveu.

"Já estamos preparando e arrumando recursos para participar dos próximos campeonatos mundiais com esse avião", afirma o professor de engenharia aeroespacial da UFMG Paulo Scaldi.

O modelo do avião, em relação aos que competem na mesma categoria, é 20% menor, e 50% mais leve. "Quanto mais leve, mais rápido", diz Marcos.

Mas para ser veloz e econômico, ficou bem apertado. "Tem que ser pequeno porque a relação peso potência é o que é importante", explica o piloto.

No voo de estreia, alunos que participaram do projeto viram que o que era matéria de sala de aula pode, sim, voar. "Em vez de correr atrás estamos começando correr na frente", disse o estudante, David Viola.

veja também