MENU

Van que tombou em SP foi atingida por táxi, diz marido da motorista

Van que tombou em SP foi atingida por táxi, diz marido da motorista

Atualizado: Segunda-feira, 14 Março de 2011 as 3:17

O marido da motorista da van escolar que tombou na tarde desta segunda-feira (14) na Avenida José André de Moraes, em Taboão da Serra, na Grande São Paulo, diz que a mulher foi atingida pelo táxi que se preparava para entrar em um prédio.

Givalnildo Pereira da Silva, de 41 anos, conta que a mulher havia acabado de deixar uma criança em um colégio próximo ao local do acidente. "Ela estava voltando, descendo a avenida. Aí o rapaz que estava parado para entrar no prédio entrou direto em cima dela e pegou no eixo traseiro da van, entortou até. A van acabou tombando com a força da batida", diz. Segundo ele, 12 crianças estavam no veículo.

Já o porteiro Fagner Alves de Souza, de 27 anos, que estava na portaria do prédio onde o taxista se preparava para entrar na hora do acidente, diz que a van estava em alta velocidade. "Foi a perua que bateu no táxi. Foi muito forte, tanto que até virou o veículo por causa da velocidade alta. O taxista, que é morador do prédio, estava se preparando para entrar quando aconteceu o acidente. Ele estava parado", conta.

Com o impacto da colisão, que aconteceu por volta das 12h30, o veículo escolar quase atingiu outro carro que estava parado próximo ao local.

De acordo a Guarda Municipal, as cinco crianças que ficaram mais feridas foram socorridas para um hospital da região. Já as demais foram retiradas pelos próprios pais apenas com escoriações, segundo a Guarda Municipal.

Por volta das 14h, a via ainda estava interditada pelo Departamento de Trânsito de Taboão da Serra. Segundo os agentes, a via só será liberada depois de concluída a perícia.

O caso foi encaminhado ao 1º DP de Taboão da Serra. A polícia irá investigar as causas do acidente. A motorista da van e o taxista prestavam depoimento na tarde desta segunda (14).    

veja também