MENU

Vazamento em área de frigorífico deixa mortos e feridos, diz bombeiro

Vazamento em área de frigorífico deixa mortos e feridos

Atualizado: Terça-feira, 31 Janeiro de 2012 as 4:11

Um vazamento de produto químico em uma área do curtume do frigorífico Marfrig, na manhã desta terça-feira (31) em Bataguassu, a 335 km de Campo Grande causou mortes e deixou feridos, segundo os bombeiros. De acordo com o coronel Ociel Ortiz Elias, comandante da corporação no estado, quatro pessoas morreram em decorrência da intoxicação.

O secretário de Saúde de Bataguassu, José Sebastião de Andrade Junior, disse ao G1 que 28 pessoas foram intoxicadas por conta do vazamento. Deste total, três foram transferidas, em coma induzido, para hospital de Presidente Prudente (SP). Os outros permanecem internados no hospital de Bataguassu.

Equipes de socorristas foram enviadas para o local para atender os afetados pelo acidente. O chamado de resgate ocorreu por volta das 12h (horário de Brasília). O complexo foi isolado e não houve relatos de explosão na unidade. O incidente teria ocorrido em um curtume, instalado no complexo onde funciona o frigorífico.


O coronel Joílson De Paula, do Corpo de Bombeiros, informou que houve um vazamento de produto químico. O coronel explica que a contenção estava sendo feita com jatos de "água neblinada". Técnicos da empresa responsável pelo frigorífico devem avaliar a gravidade do vazamento e, para isso, vão usar roupas especiais para entrar na unidade. Uma equipe dos bombeiros, treinados em vazamento de produtos químicos, saiu de Campo Grande para auxiliar na apuração do caso.
A assessoria do Grupo Marfrig informou ao G1 que curtume foi evacuado para que as causas do acidente sejam apuradas. Em nota, a empresa informa que que houve uma reação química decorrente de manipulação de insumos.


Confira a nota na íntegra:


Esclarecimento


A Marfrig informa que o acidente envolvendo a unidade de curtume no município deBataguassu (MS) já foi controlado e que os funcionários atingidos já foram removidos e estão sendo atendidos pela Santa Casa local. O curtume foi evacuado e, em conjunto com a polícia civil e técnica, a causa do acidente está sendo apurada. Informações preliminares indicam que houve uma reação química decorrente de manipulação de insumos inerentes da atividade de curtume. Executivos da empresa estão no local empenhados na prestação de atendimento aos funcionários atingidos e suas famílias. Assim que as informações estiverem esclarecidas a empresa voltará a informar. A unidade frigorífica de Bataguassu, próxima ao curtume, não foi atingida pelo acidente.

Grupo Marfrig

veja também