MENU

Verão começa hoje com sol na maior parte do país

Verão começa hoje com sol na maior parte do país

Atualizado: Segunda-feira, 21 Dezembro de 2009 as 12

O verão começou nesta segunda-feira (21) com sol forte e tempo firme na maior parte do País. Segundo boletim da agência Climatempo, São Paulo terá um dia de céu claro e temperaturas altas. Só há previsão de chuva a partir de quarta-feira. A máxima é de 33ºC e a mínima de 19ºC. No Rio de Janeiro, o tempo segue firme, com máxima de 35ºC e mínima de 18ºC.

O risco de chuva forte é grande no sul e no leste do Rio Grande do Sul e no leste de Santa Catarina. O tempo abafado forma nuvens carregadas e ocorrem temporais no Sudeste, no Centro-Oeste e no Norte.

No Nordeste o ar fica seco e por isso não chove na maior parte das áreas até o fim do mês, quando o quadro de estiagem deve se reverter. O avanço de uma frente fria leva muita chuva para a Bahia, para o Maranhão e para o Piauí. Ocorrerá também o aumento de chuva no Sudeste, com grandes volumes acumulados especialmente no centro-norte de Minas Gerais e no Espírito Santo. Mas não são chuvas fora de época, já que o verão tem como característica bastante chuva na maior parte do Brasil.

Este ano estamos sob o domínio do fenômeno El Niño, o aquecimento anormal das águas do Pacífico. Ele é um fator facilitador da chuva no centro-sul do Brasil durante o verão. O problema é que nesta época do ano a chuva acontece de forma concentrada e contínua, como há previsão neste mês de janeiro, com potencial para enchentes e deslizamentos. A chuva mais forte acontece no norte do Paraná e nos Estados do Sudeste e do Centro-Oeste.

A maior parte das outras regiões do país não fica livre das pancadas de chuva, que são normalmente intensas, podem vir acompanhadas de raios e granizo, e muitas vezes provocam alagamentos nos centros urbanos. No Nordeste, só na Bahia, no Maranhão e no Piauí chove de forma regular em janeiro. Os outros estados ainda ficam sob o domínio do ar seco, que impede a instabilidade.

Em fevereiro, a chuva volta a cair com maior freqüência no Ceará e no sertão da Paraíba e de Pernambuco, mas na faixa entre Sergipe e Rio Grande do Norte o tempo permanece seco e muito quente. No Sudeste e no Centro-Oeste do Brasil a previsão é de um mês muito diferente do anterior: se em janeiro chove muito, em fevereiro quase não chove. As pancadas são irregulares e o calor é intenso. Os termômetros passam facilmente dos 35 graus durante as tardes. No Sul, no entanto, o quadro é inverso, com muita chuva e temperatura abaixo da média.

Em março uma grande massa de ar quente toma conta da maior parte do Brasil, mas não impede a formação de áreas de instabilidade. O calor e a alta umidade do ar favorecem várias pancadas de chuva, que nesta época ainda são bem fortes. Os grandes centros urbanos ainda sofrem com os temporais de fim de tarde. De uma forma geral, a previsão é de chuva perto do normal no país. Nos estados do Norte isso significa entre 250 e 350 mm acumulados no mês. No Sudeste e no Sul, entre 100 e 200 mm.

veja também