Vereador é preso por suspeita de corrupção no interior de SP

Vereador é preso por suspeita de corrupção no interior de SP

Atualizado: Quarta-feira, 21 Julho de 2010 as 7:40

Um vereador de Brotas, a 246 km de São Paulo, foi preso em flagrante por suspeita de corrupção. De acordo com a polícia, ele procurou o secretário de esportes da cidade e exigiu dinheiro para votar a favor do prefeito na comissão que investiga irregularidades administrativas. Um novo encontro foi marcado e, sob orientação da polícia, tudo foi gravado.

Nas imagens, é possível ver quando o vereador Fernando Bissoli, de 34 anos, tira da agenda uma relação e mostra ao secretário. Na lista estão dívidas pessoais do vereador.

“Era para pagar dividas da lanchonete, da bicicletaria que ele não tem mais, coisas atrasadas. Inclusive um boleto de um banco no valor de R$ 960 com desconto, e ele pediu R$ 1 mil adiantado”, explicou o secretário de esportes de Brotas, Antonio Jorge Salla.

Quando foi preso, o vereador tinha R$ 1 mil no bolso da calça. As cédulas entregues a ele tinham sido copiadas antes para servir de prova no flagrante. “Ele não teve reação, não esperava que naquele momento ele seria surpreendido”, disse o delegado Douglas Falsarella.

O vereador ficou o tempo todo algemado na delegacia. Ele cumpre o primeiro mandato. O advogado de Bissoli disse que ele é inocente e afirmou que vai pedir sua soltura. A defesa também disse que ainda não teve acesso às imagens nem ao áudio da conversa. O vereador está preso na carceragem da seccional de Rio Claro, a 173 km de São Paulo.

veja também