MENU

Vereador pede afastamento do novo prefeito de Campinas

Vereador pede afastamento do novo prefeito de Campinas

Atualizado: Terça-feira, 23 Agosto de 2011 as 12:47

Demétrio Vilagra durante cerimônia de posse em

Campinas (Foto: Nelson Antoine/Foto Arena/AE)

  O vereador Valdir Terrazan (PSDB) afirmou nesta terça-feira (23) ter protocolado, logo após a assinatura do termo de posse de Demétrio Vilagra (PT) na Câmara Municipal de Campinas, no interior de São Paulo, um pedido de abertura de comissão processante e de afastamento do novo prefeito. Vilagra também é investigado pelo Ministério Público por suspeita de envolvimento em fraudes licitatórias relativas à Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento (Sanasa).

Segundo o vereador, o pedido de abertura da comissão processante deve ser analisado já nesta quarta-feira (24) e precisa de 22 votos, entre os 33 vereadores, para ser aprovado. O afastamento será decido posteriormente por essa comissão.

“As razões para a instauração da comissão processante são públicos: ele tanto quanto o prefeito que foi cassado está envolvido em suspeitas de corrupção. Ele teve a prisão decretada devido a uma denúncia de pagamento de propina a empresários. Quando ele teve a prisão decretada, o Gaeco encontrou em sua casa R$ 60 mil de origem indefinida”, declarou Terrazan.     Para o vereador, é preciso afastá-lo para que não haja interferência sobre a comissão que vai investigar as denúncias. “É preciso afastá-lo não só porque a governabilidade dele está comprometida, mas porque a cidade não pode ficar em compasso de espera para saber se ele vai ser cassado”, disse.

Em maio, Demétrio Vilagra teve a prisão decretada pela 3ª Vara Criminal de Campinas. Nessa ocasião, ele estava em viagem ao exterior. Ele foi detido dias depois no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, ao voltar da viagem para a Espanha. Ele prestou esclarecimentos e foi colocado em liberdade.

Devido à cassação de Hélio de Oliveira Santos, ocorrida no fim de semana , a lei orgânica prevê que ele assuma o Poder Executivo. Como ele não tem condenação, Vilagra assina o termo de posse na Câmara dos Vereadores de Campinas e seguia para a Prefeitura no fim da manhã para assumir as funções do Executivo. Vilagra concederá uma entrevista coletiva aos jornalistas no início da tarde desta terça-feira.          

veja também