MENU

Vereadora do Piauí que obteve um voto toma posse

Vereadora do Piauí que obteve um voto toma posse

Atualizado: Quarta-feira, 4 Junho de 2008 as 12

A Câmara do município de Pau D'Arco do Piauí empossou na última segunda-feira, 2 de junho, a vereadora Carmem Lúcia Portela Santos (PSB), que nas eleições de 2004 havia conquistado apenas um voto.

Funcionária da Secretaria de Saúde do Piauí, Carmem Lúcia Portela Santos, ao tomar posse na Câmara dos Vereadores de Pau D'Arco (70 km de Teresina), informou que não votou em si, porque sua prioridade era eleger o cunhado, o controlador de contas Reginaldo Sousa Santos, que morreu em acidente automobilístico em abril.

"Eu vou cumprir o mandato e exercer o papel de vereadora analisando e votando nos projetos enviados pela Prefeitura e discutindo os problemas e soluções para a população de nosso município", falou Carmem Lúcia Portela, durante seu discurso de posse na Câmara.

Carmem foi empossada após o Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE) cassar o mandato do vereador Miguel Abreu do Nascimento por infidelidade partidária. Ele tinha sido eleito pelo PSDB, mas, depois, migrou para o PC do B.

O suplente que deveria assumir a vaga na Câmara era o cunhado, Reginaldo Sousa Santos, que morreu em um acidente de carro em abril. Com isso, foi empossada Carmem Lúcia Portela Santos, que teve apenas um voto na última eleição municipal.

De acordo com o presidente da Câmara de Pau D'Arco, Josenildo de Sousa Rodrigues Bacelar (PT), dos nove vereadores da Câmara de Pau D'Arco, três já perderam o mandato e outros três estão ameaçados de perder porque estão sendo processados no Tribunal Regional Eleitoral por mudança de partido sem justa causa.

"Eu acho uma decisão infeliz garantir a posse de um candidato de obteve um voto, mas eu apenas cumpri com a decisão do TRE comunicada pela presidente do tribunal, desembargadora Eulália Pinheiro. A determinação judicial é para ser cumprida e a resolução disse que é para a gente empossar", afirmou Josenildo de Sousa Rodrigues Bacelar.  

O presidente da Câmara teve a maior votação de Pau D'Arco - 98 votos. O vereador menos votado teve 42 votos.

Postado por: Claudia Moraes

veja também