MENU

Vereadores do PSDB em SP anunciam saída do partido

Vereadores do PSDB em SP anunciam saída do partido

Atualizado: Segunda-feira, 18 Abril de 2011 as 3:37

Roney Domingos Do G1 SP

imprimir

Vereadores anunciam saída do PSDB (Foto: RoneyDomingos/G1)

  Sete vereadores do PSDB de São Paulo anunciaram nesta segunda-feira (18) a saída deles do partido. De acordo com eles, a decisão foi tomada em razão da dificuldade em dialogar com o grupo ligado ao novo presidente do diretório municipal, Júlio Semeghini. O  grupo inclui o atual presidente da Câmara Muncipal, José Police Neto, e os vereadores Gilberto Natalini, Juscelino Gadelha, Ricardo Teixeira, Dalton Silvano, Adolfo Quintas e Souza Santos. "Queremos comunicar nosso desligamento do partido neste momento", disse Natalini, em entrevista realizada no Auditório Tiradentes da Câmara Municipal de São Paulo.     No domingo (10), os integrantes elegeram o atual secretário estadual de Gestão, Júlio Semeghini, fiel ao governador Geraldo Alckmin, para a presidência do partido. A bancada de vereadores abandonou a reunião argumentando que não foi atendida a reivindicação para que ficasse com a secretaria-geral. Uma nova tentativa de acordo foi feita na quinta-feira (15), sem sucesso.

Na quinta-feira, os vereadores estavam confiantes na possibilidade de acordo, com a cessão de espaço para três parlamentares paulistanos na secretaria-geral, na primeira tesouraria e de um vogal, mas a reunião terminou sem acordo.

Semeghini foi aliado do governador Geraldo Alckmin quando ele enfrentou resistência dentro do PSDB a seu nome como candidato do partido à Prefeitura de São Paulo nas eleições de 2008. Na época, parte dos vereadores apoiou o então candidato do DEM, Gilberto Kassab. Semeghini ocupa o lugar do atual presidente do PSDB de SP, José Henrique Reis Lobo.

Em entrevista à Rádio CBN na manhã desta segunda-feira (18) ( ouça aqui ), Semeghini negou que haja uma crise no PSDB. “As lideranças trabalham para evitar que qualquer vereador saia do PSDB para qualquer outro partido. Estamos num processo delicado, da composição do diretório municipal (...) É importante que a gente consiga fazer essa articulação para segurá-los. O PSDB está muito unido para tentar segurá-los e construir um diretório novo e forte para disputar as próximas eleições”, disse Semeghini.      

veja também