MENU

'Vi o fogo e abri a porta', diz motorista envolvido em acidente

'Vi o fogo e abri a porta', diz motorista envolvido em acidente

Atualizado: Quinta-feira, 22 Setembro de 2011 as 12:15

Sete pessoas ficaram feridas em acidente no Viaduto Diário Popular (Foto: Nelson Antoine/Foto Arena/AE)

  O motorista que dirigia o ônibus da Viação Piratininga que se envolveu em um acidente no Viaduto Diário Popular, na região central de São Paulo, na manhã desta quinta-feira (22), afirmou que ao ver o fogo na parte dianteira do veículo abriu a porta. Assustados com o princípio de incêndio, passageiros pularam do ônibus ainda em movimento, de acordo com ele. Sete pessoas ficaram feridas, segundo os bombeiros.

“Eu vi o fogo e abri a porta. O ônibus não estava cheio, tinha umas dez pessoas”, afirmou o condutor ao G1 ao chegar à Central de Flagrantes da 1ª Seccional, no Centro. Segundo o motorista de 50 anos, que pediu para não ser identificado, o ônibus trafegava na faixa da direita e os passageiros saltaram do coletivo. “Foi muito rápido. Só deu tempo de pensar em parar. Foi um susto”, disse. O motorista  tem 30 anos de profissão.   Segundo a SPTrans, o veículo fazia a linha 9203/10 - Metrô Conceição/Metrô Brás e seguia em direção à Zona Sul de São Paulo. O ônibus, de acordo com o motorista, é novo.

Uma das vítimas, uma mulher, foi socorrida pelo helicóptero Águia, da Polícia Militar, e levada em estado grave para o Hospital das Clínicas. Já os bombeiros resgataram seis pessoas. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, três mulheres foram levadas ao pronto-socorro Vergueiro com ferimentos leves. Outra mulher, levada ao pronto-socorro Tatuapé, teve ferimentos moderados. Até as 11h30, não havia informações sobre o estado de saúde das outras duas vítimas.

Até por volta das 11h, o caso ainda não havia sido registrado na 1ª Seccional. O delegado Rogério dos Santos Gimenes afirmou que será preciso apurar se as vítimas ficaram feridas diretamente no acidente ou se se feriram quando pularam do ônibus em movimento. O coletivo da Viação Piratininga passou por perícia nesta manhã e já foi liberado. O caso deverá ser registrado como acidente de trânsito com vítima, segundo o delegado.

Ainda de acordo com Gimenes, caso uma das vítimas faça uma representação, será aberto um inquérito para apurar as responsabilidades.          

veja também