MENU

Via onde ônibus com time de vôlei virou ainda tem vestígio de acidente

Via onde ônibus com time de vôlei virou ainda tem vestígio de acidente

Atualizado: Quinta-feira, 14 Abril de 2011 as 12:45

Pedaços de vidro e resíduos plásticos que se desprenderam do ônibus que tombou com a equipe do Vôlei Futuro, na noite desta terça-feira (12), ainda podiam ser vistos na altura do número 150 da Avenida Fuad Auada, em Osasco, na Grande São Paulo, na manhã desta quinta-feira (14). A mureta em que o veículo colidiu também guarda as marcas da colisão. A via dá acesso ao Ginásio Professor José Liberatti, onde o time de Araçatuba enfrentaria Sollys Osasco pelas semifinais da Superliga 2010/2011. Dezesseis pessoas ficaram feridas.

Frentista diz nunca ter visto acidente no local  (Foto: Letícia Macedo/ G1)

  Funcionários do posto de gasolina cujas câmeras de seguranças gravaram o acidente dizem que acidentes são incomuns no local. “Eu trabalho aqui há um ano e nove meses e nunca tinha ficado sabendo de um acidente desses. Passam muitos carros. Às vezes um dá uma encostadinha no outro, mas é coisa mínima”, afirmou o frentista Amintas Pereira Dias, de 49 anos.

O gerente Fábio Batista de Melo, que trabalha há mais de um ano no posto, também nunca presenciou nenhum acidente envolvendo a mureta. “Eu acho que essa região é mal iluminada. Como estava chovendo bastante, ele pode ter se perdido”, disse.

Dezesseis pessoas ficaram feridas no acidente e foram encaminhadas ao Hospital Regional. A grande maioria sofreu cortes superficiais e escoriações leves. Um cinegrafista que acompanhava a equipe teve uma fratura no ombro. O caso mais grave é o da líbero Stacy Sykora, que segue internada em estado grave no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo .

veja também