MENU

Vídeo mostra retirada de jovem após deslizamento de terra em SP

Vídeo mostra retirada de jovem após deslizamento de terra em SP

Atualizado: Quinta-feira, 7 Julho de 2011 as 3:27

Um cinegrafista amador registrou a retirada de uma jovem pelos bombeiros após o deslizamento de terra ocorrido na região de Cidade Ademar, na Zona Sul de São Paulo, nesta quinta-feira (7). Apesar do trabalho feito pela corporação, a jovem morreu minutos depois, antes mesmo de ser encaminhada a um hospital. O acidente aconteceu na Rua da Saúde. No local, era realizada uma obra de urbanização da Prefeitura. O local fica próximo da Avenida Alda, no limite com Diadema, no ABC.

  Segundo o coronel Roberto Rensi, que comanda a operação do Corpo de Bombeiros, além da jovem, outras duas pessoas foram retiradas dos escombros: duas mulheres com ferimentos leves. O Corpo de Bombeiros não sabe dizer se outras vítimas foram resgatadas por moradores ou outros serviços de emergência.

"Estamos concentrando os esforços neste momento para localizar uma criança para só depois fazer uma busca por eventuais novas vítimas no terreno. Os familiares que procuraram os bombeiros não trouxeram informações de outras vítimas", disse o coronel.

No local, havia mais de 20 carros da corporação. No total, 65 homens trabalhavam no resgate, alguns deles em cima do morro observando a movimentação da terra.

Segundo o coordenador da Defesa Civil de São Paulo, Jair Paca de Lima, a obra era realizada por uma empreiteira contratada pela Prefeitura. Uma retroescavadeira que estava no alto do morro caiu causando o deslizamento, de acordo com Paca de Lima.

Cães farejadores auxiliavam no trabalho de buscas. Segundo as famílias que moram na região, seis crianças ficaram soterradas.

Segundo o Corpo de Bombeiros, pelo menos 11 equipes foram mandadas para o local. A Defesa Civil também deslocou uma equipe para ajudar no resgate. As causas do desabamento são desconhecidas. No horário, três helicópteros Águia, da Polícia Militar, estavam no local – dois auxiliavam no socorro às vítimas e o outro realizava imagens do soterramento.

A obra de urbanização era realizada há cerca de um ano e meio. A Prefeitura já havia iniciado a retirada de famílias do local.          

veja também