MENU

Vinte e sete famílias estão alojadas em escola municipal de Salvador

Vinte e sete famílias estão alojadas em escola municipal de Salvador

Atualizado: Sexta-feira, 11 Novembro de 2011 as 8:36

desabrigados bahia santo antônio além do carmo

(Foto: Imagens/TV Bahia) Na Escola Municipal Carmelitana do Menino Jesus, no bairro do Uruguai, 27 famílias estão alojadas, de acordo com informações da Prefeitura de Salvador. Moradores de casas no Largo do Santo Antônio que desabaram na última quarta-feira (9) foram encaminhados para a escola, que está sem aulas.

"A nossa situação é que a prefeitura nos trouxe para cá e nos disseram que íamos passar apenas uma noite aqui. Até agora não há informação de quanto tempo vamos ficar. Hoje a Prefeitura disponibilizou um ônibus para irmos na Codesal fazer o cadastramento para um possível auxílio aluguel de R$ 150. Agora veja, onde vamos conseguir alugar uma casa por R$ 150?", pergunta a estudante Josélia Costa, uma das desabrigadas. Ela morava com mais nove pessoas em uma das casas desapropriadas no Santo Antônio Além do Carmo. "Estão nos dando comida e colchão", completa a estudante.

De acordo com ela, duas salas foram disponibilizadas para as famílias. Os homens ficam alojados em uma sala e as mulheres em outra. Na manhã desta quinta-feira (10), diversas pessoas se solidarizaram e doaram roupas na escola.

O caso

O deslizamento de terra provocou o desabamento de casas no Largo do Santo Antônio Além do Carmo, região do Centro Histórico de Salvador, na madrugada da quarta-feira (9). Imóveis vizinhos, situados à beira do barranco também correm risco de desabar. A localidade é conhecida como Chacára Santo Antônio. Segundo a Defesa Civil, ninguém ficou ferido. De acordo com relatos de moradores, pelo menos três imóveis ruíram, mas o órgão ainda não emitiu levantamento oficial sobre a extensão do incidente.

Chuva forte provoca desabamento no Santo Antônio Além do Carmo (Foto: Reprodução) Decretada situação de emergência

A prefeitura de Salvador decretou situação de emergência de 90 dias na cidade no início da noite da quarta-feira (9), por conta das chuvas que atingem a capital baiana desde o início desta semana. A decisão foi tomada em uma reunião feita pelo prefeito João Henrique com representantes de órgãos da administração municipal. Histórico

A chuva intensa começou a cair na capital baiana na terça-feira. Segundo a Agência Climatempo, vai chover até domingo (13), mas com alguns períodos de sol. Nesta quarta-feira, a temperatura varia em torno de 19°C, informa o órgão.

A situação de chuva provoca estragos em imóveis e traz transtornos à rotina dos baianos, que se deparam no trânsito com pontos de alagamento, semáforos quebrados e ruas engarrafadas. A Transalvador chegou recomendar aos motoristas que evitassem sair de casa .

Na manhã da terça, um deslizamento de terra atingiu o viaduto que liga a Avenida Centenário ao Dique do Tororó, trecho que mantém fluxo diário intenso, e que permanece com uma das pistas interditada nesta quarta-feira. De acordo com a Transalvador, o bloqueio parcial foi feito por medida de segurança, para evitar que a terra atingisse os carros. Ninguém ficou ferido.

Um prédio histórico também desabou perto da Praça Castro Alves, no Centro da cidade, na manhã de terça-feira. O Corpo de Bombeiros informou que o prédio estava em ruínas. Não houve feridos.          

veja também