MENU

Violação do sigilo do genro de Serra é 'caso de polícia', diz presidente do PT

Violação do sigilo do genro de Serra é 'caso de polícia', diz presidente do PT

Atualizado: Quinta-feira, 9 Setembro de 2010 as 11:13

O presidente do PT, José Eduardo Dutra, afirmou nesta quarta que a violação de sigilo do genro do presidenciável tucano José Serra é um "caso de polícia" e disse que o partido irá à Justiça sempre que for acusado pela oposição de envolvimento com o episódio.

“Esta é uma questão que eu insisto ser um caso de polícia. Por isso, inclusive, nós pedimos à Polícia Federal para apurar. Então, nós continuamos aguardando que a instituição apure. É um fato grave, merece solução, a lei prevê isso. Agora, repudiamos qualquer ilação, qualquer tentativa de vinculação desses lamentáveis episódios com a nossa campanha”, declarou.

Em tom de ironia, Dutra afirmou ainda que não pretende culpar o PSDB, o presidente do partido, Sérgio Guerra, ou o candidato José Serra pela violação de dados confidenciais no Rio Grande do Sul. No estado, comandado pela governadora tucana Yeda Crusius, um sargento da Polícia Militar é apontado como responsável por acessos a dados confidenciais de um sistema integrado do governo. A defesa do sargento diz que ele obedecia a ordens.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também