MENU

Vítimas de acidente em parque de diversão em SP continuam internadas

Vítimas de acidente em parque de diversão em SP continuam internadas

Atualizado: Quarta-feira, 6 Abril de 2011 as 12:22

Quatro das oito pessoas que ficaram feridas em um acidente no Playcenter, zona oeste de São Paulo, no último domingo (3), continuam internadas no hospital Metropolitano, na Lapa. Entre elas, está um jovem de 24 anos que havia sido liberado e voltou ao centro médico na terça-feira (5) após se sentir mal.

Segundo nota emitida pelo hospital, ele passa bem e está sendo acompanhado por equipe médica. Na manhã desta quarta-feira (6), uma mulher de 30 anos foi submetida a uma cirurgia para corrigir uma fratura em sua perna esquerda. Ela está internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

A menina de 12 anos que teve o baço esmagado, e foi submetida a uma cirurgia para retirá-lo, continua internada na UTI e seu quadro é classificado como “estável”.

Outra paciente, de 20 anos, sofreu ferimentos no braço esquerdo e precisou passar por uma cirurgia na segunda-feira. Ela também permanece internada na unidade intensiva e seu estado de saúde é estável.

Acidente No final da tarde do domingo (3), a trava do brinquedo se abriu enquanto ele estava em movimento e pessoas que estavam dentro dele caíram de altura entre 5 m e 7 m. Durante o acidente, quatro pessoas foram lançadas para um lado do brinquedo e duas para o outro. No total, oito pessoas ficaram feridas.

Double Shock O brinquedo, fabricado na Itália em 1995, passou por uma reforma completa em maio de 2010. Segundo o delegado responsável pelo caso, a cada seis meses, o Double Shock passa por uma checagem nacional de segurança. Uma verificação de critério internacional é feita a cada dois anos.

De acordo com o Playcenter, todo o sistema que compõe o brinquedo passa por uma verificação diária. A máquina opera no parque desde 1996.

Outro lado Em nota, o Playcenter informou "que está contribuindo com as investigações e que não medirá esforços para esclarecer o episódio [...] O parque reforça que este equipamento e os demais contam com manutenção diária e operam dentro das normas nacionais e internacionais".      

veja também