MENU

Vítimas do incêndio no Riachuelo vão receber aluguel social

Vítimas do incêndio no Riachuelo vão receber aluguel social

Atualizado: Sexta-feira, 28 Maio de 2010 as 2:21

Os moradores das casas destruídas por um incêndio na manhã desta sexta-feira (28) no Riachuelo, na Zona Norte do Rio, vão receber aluguel social de R$ 400 por mês, segundo informação da prefeitura do Rio.

Funcionários das secretarias municipais de Habitação e de Assistência Social cadastraram as vítimas, que haviam construído suas casas debaixo do Viaduto Procurador José Alves de Morais. Eles vão ser levados para um abrigo improvisado e, na semana que vem, começam a receber o aluguel social.

“A partir de segunda-feira, vamos começar a pagar o aluguel social, no valor de R$ 400 para cada família”, afirmou o subprefeito da Zona Norte, André Santos.

O fogo começou por volta das 8h. No local, existem cerca de 250 casas, todas foram construídas embaixo do Viaduto Procurador José Alves de Morais. Como as chamas se espalharam rapidamente, em questão de minutos, muitas famílias tiveram que sair às pressas.

Famílias perderam o pouco que tinham

Por volta das 9h30, o fogo tinha sido controlado pelos bombeiros. Não houve feridos, mas muitas famílias estavam desesperadas. Os móveis e outros pertences de Maria da Glória viraram cinzas. “Só salvei a televisão. É muito triste”, disse ela, enquanto enxugava as lágrimas. “Eu não tenho para onde ir”, disse.

Enquanto o fogo se alastrava, o desespero dos moradores aumentava. “É muito sofrimento. Perdemos tudo e estamos sem-teto, na rua”, disse, muito nervosa, uma moradora. “Eu estava dormindo e acordei com o cheiro da fumaça. Só deu tempo de pegar o meu filho e sair”, contou uma jovem.

Carla morava com os três filhos em um barraco. Quase tudo o que ela tinha foi queimado. Ela só conseguiu salvar a televisão e o aparelho de som. “Só salvei essas coisas e a vida dos meus filhos. Muitas crianças se salvaram porque estavam na escola”, contou ela.

Já é a segunda vez que as famílias perdem o pouco que tem no incêndio. Em 2007 o fogo também destruiu os barracos construídos embaixo do viaduto.

veja também