Wando passa a noite sem complicações, informa boletim

Wando deve tirar respirador esta semana

Atualizado: Segunda-feira, 6 Fevereiro de 2012 as 1:34

O cantor Wando passou a noite sem complicações, informou o boletim divulgado nesta segunda-feira (6) pelo Biocor Instituto. O documento é assinado pelo médico Heberth Miotto, coordenador do Centro de Terapia Intensiva (CTI). O artista está internado no hospital, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, desde o dia 27 de janeiro. O comunicado, divulgado nesta segunda-feira, diz, ainda, que foi iniciado o processo de retirada gradual da máquina que auxilia na respiração do artista, mas que persiste a necessidade de cuidados intensivos..

No sábado (4), Miotto explicou que o respirador foi conectado à traqueia por meio de uma cânula para a passagem de ar. A abertura do orifício foi feita durante o procedimento chamado traqueostomia. Segundo o cardiologista, nesta semana, Wando já deve respirar sem a ajuda de aparelhos. “A retirada é gradual, de modo que segunda-feira ou terça, se estiver tudo bem, ele vai estar fora do respirador. Ai, então, vai voltar a respirar espontaneamente. A cânula na traquéia vai ser retirada posteriormente”, disse.

Neste domingo (5), o cantor enviou às fãs um bilhete, por meio da equipe de reportagem da TV Globo, dizendo que estava se recuperando, e que retornaria.
Wando deu entrada no Biocor com o quadro de angina de peito e foi submetido a um cateterismo cardíaco. Exames constataram que ele estava com artérias do coração entupidas por placas de gordura. Era necessário fazer uma cirurgia de ponte de safena de urgência para substituir as partes das artérias com problemas. Mas o quadro clínico piorou, impedindo o procedimento.

Os médicos optaram então pela angioplastia, que é a implantação de malhas de aço nas artérias para permitir a passagem do sangue. Ele foi internado no CTI logo após a angioplastia.

Coração a 100%

Os médicos que atendem Wando disseram nesta sexta-feira (3) que o coração do cantor voltou a funcionar com 100% da capacidade cardiológica. Com a melhora, foi possível retirar o aparelho de assistência circulatória.

Durante coletiva no Biocor Intituto, os especialistas disseram que o cantor está em "recuperação de alto risco", ou seja, ainda corre risco de morte e de complicações renais, respiratórias e no coração.

O cantor saiu da área de risco informada pela Organização Mundial de Saúde, que diz que 80% dos pacientes com problemas semelhantes ao de Wando não sobrevivem. Ele estava com as três artérias coronárias com nível de entupimento de 90% e, hoje, está em 40%, segundo os médicos. Os dois chefes do CTI, Heberth Miotto e Joel Teles, além do cardiologista particular do cantor, João Carlos Dionísio, e do médico Eduardo Szuster, disseram que Wando chegou a sofrer um infarto no dia em que seria realizada uma ponte de safena, e que foi salvo porque já estava dentro do hospital. O procedimento foi suspenso, e uma angioplastia de múltiplas artérias foi realizada.

Wando estava com 110 quilos no momento da internação, 30 quilos a mais do que o considerado recomendado para sua altura, segundo o cardiologista João Carlos Dionísio.

Nesta sexta-feira (3), o cantor começou a se comunicar por gestos, já que está sem voz por causa da traqueostomia, procedimento de assistência respiratória por uma perfuração no pescoço. Os médicos disseram que as cordas vocais de Wando não foram afetadas.

Ainda de acordo com os especialistas, se o cantor mantiver o ritmo de melhora que tem apresentado, a previsão é que ele seja transferido para o quarto na semana que vem, ainda sem data confirmada.

Músicas românticas

Nascido Vanderley Alves do Reis, em Cajuri, na Zona da Mata de Minas Gerais, Wando passou a infância em Juiz de Fora. Depois, foi para a cidade de Volta Redonda (RJ), onde vendeu leite, entregou jornal, foi feirante, motorista de caminhão e já se envolvia com a música, segundo o site oficial do cantor. Ele começou a fazer shows em bailes, com um grupo, e descobriu que as músicas românticas eram mais apreciadas pelas mulheres.

Em 1973, Wando gravou seu primeiro álbum, "Glória a Deus no céu, e samba da terra". O sucesso "Moça" veio em 1975, quando o cantor vendeu 1,2 milhão de discos compactos simples do álbum "Wando". Ao todo, são 28 álbuns na carreira do artista que ficou conhecido por ganhar calcinhas das fãs. O trabalho mais recente foi lançado em 2005, "Wando - Romântico brasileiro, sem-vergonha".

Leia o último boletim na íntegra:

Belo Horizonte, 6 de fevereiro de 2012

Boletim Médico – 12 – Biocor Instituto – Paciente Vanderley Alves dos Reis (Wando)

Paciente acordado e comunicando. Apresentando melhora clínica gradual. Tolerando retirada gradual da maquina que auxilia na respiração (respirador). Sem complicações durante a noite. Persiste em cuidados intensivos no Biocor Instituto.

Assina o boletim o Dr. Heberth Miotto, coordenador médico do CTI do Biocor Instituto.
A família do paciente autorizou a divulgação dessas informações.

veja também