White Martins vai recorrer na Justiça contra multa bilionária aplicada pelo Cade

White Martins vai recorrer na Justiça contra multa bilionária aplicada pelo Cade

Atualizado: Quinta-feira, 2 Setembro de 2010 as 9:59

A empresa de gases industriais e medicinais White Martins informou que vai recorrer na Justiça contra a multa de R$ 2,218 bilhões aplicada hoje (1º), pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), por formação de cartel. Foi a maior multa da história do órgão. “A empresa reafirma seu compromisso com a livre concorrência e com o Brasil, onde vem investindo, há quase cem anos, no desenvolvimento de novas tecnologias, talentos profissionais e projetos sociais que beneficiam mais de 200 mil pessoas por ano”, diz a empresa em nota.

Por ser reincidente, já que havia sido condenada em processo anterior, a White Martins teve a multa duplicada. O valor passou a corresponder à metade de seu faturamento em 2003, quando o caso começou a ser analisado pelo Cade. A White Martins é a maior empresa de gases industriais do Brasil e da América do Sul.

Além dela, outras quatro empresas também foram condenadas no processo. Em comunicado, a Air Liquide Brasil – multada no valor de R$ 249,2 milhões - disse que não ainda não teve acesso à íntegra da decisão do conselho, mas que vai “se valer dos meios legais para a preservação dos seus direitos”.

A Aga, subsidiária do Grupo Linde, multada em R$ 237,6 milhões, informou que ainda vai examinar a decisão do Cade para, depois, se posicionar. Procurada pela Agência Brasil (ABr) , a Indústria Brasileira de Gases ainda não se pronunciou sobre a condenação. A empresa foi multada em R$ 8,4 milhões. A ABr não obteve contato com a Air Products Brasil, que foi multada em R$ 226 milhões.

veja também