MENU

A sofisticação de Steve Jobs

A sofisticação de Steve Jobs

Atualizado: Terça-feira, 2 Fevereiro de 2010 as 12

Enquanto a evolução da computação, para a maioria dos mortais, passa dos computadores gigantes para o computador pessoal, chegando ao smartphone, Steve Jobs tem outra leitura, mas sofisticada. Na apresentação de seu tablet, Jobs lembrou do PowerBook, lançado em 1991, o “primeiro laptop moderno”, segundo o CEO da Apple.

A história contada por Jobs ainda passa por outros produtos que criaram outros mercados, como o iPod e o iPhone. “A Apple tem essa característica inovadora, o que chama a atenção do público. E acaba que todo o segmento vai olhar também com mais atenção para o mercado de tablets”, confia Crippa. Ele vê outro lado bom para a entrada da empresa de Jobs no setor.

“O investimento nos tablets pelas empresas pode garantir a entrada definitiva do computador na sala de aula”, acredita Luciano. “A Apple chega com um produto mais caro, e a concorrência acaba apelando para um preço mais em conta, o que facilitaria a chegada aos estudantes.”

Grandes computadores

No início, década de 1940, eram gigantescos e tinham cabos e válvulas

Desktop

Popularizado em meados de 1970, começou nas universidades e acabou nas casas

Laptop

Apelando para mobilidade, começaram a ganhar forma nos anos 1980, mas só ficaram parecidos com que são hoje na década de 1990

Pocket PC

Pequenos computadores de mão, chegaram com funções específicas, como agenda

Por: Tiago Falqueiro

veja também