MENU

Ação da HP cai 20% após anúncio de que pode sair do mercado de PCs

Ação da HP cai 20% após anúncio de que pode sair do mercado de PCs

Atualizado: Sexta-feira, 19 Agosto de 2011 as 1:48

O presidente-executivo da HP, Leo Apotheker:

foco em serviço e software (Foto: AP)

  As ações da Hewlett-Packard chegaram a cair mais de 20% nesta sexta-feira (19), um dia após a maior fabricante mundial de computadores anunciar que pode separar sua divisão de PCs pessoais , movimento que, na prática, significa que a empresa estaria deixando o setor.

Às 12h02 (horário de Brasília), os papéis da companhia recuavam 19,5%. Segundo a CNN, as ações da HP chegaram a ser negociadas por US$ 22,7 por ação, uma queda de 23%, o valor mais baixo desde agosto de 2005.

Pelo menos duas corretoras rebaixaram recomendações às ações da HP, mencionando as incertezas e despesas que acompanharão a transformação que a companhia está planejando. A corretora Gleacher reduziu a US$ 39 o preço-alvo para as ações da HP, contra US$ 50 anteriormente, mas manteve a recomendação de compra.

A projeção fraca da HP se seguiu à redução de estimativa de receita feita pela rival Dell no começo da semana , o que pressionou as ações de ambas empresas. “Ontem à noite, a HP pode ter erodido a confiança que ainda restava na Wall Street quanto à empresa e sua estratégia”, afirmou a Needham & Co em nota.

A gigante da tecnologia mira uma renovação do negócio para reavivar seu crescimento. A empresa deve passar a focar o mercado de software e serviços, uma das promessas do presidente-executivo Leo Apotheker, contratado em setembro de 2010 para substituir Mark Hurd , envolvido em um escândalo de assédio sexual.

Tablets

Na quinta-feira (18), a companhia anunciou ainda que vai deixar de investir em aparelhos com o sistema operacional WebOS, inclusive o recém-lançado tablet TouchPad. A plataforma WebOS, herança da compra da Palm por US$ 1,2 bilhão, nunca chegou a emplacar em vendas.

A Cypress Semiconductor, principal fornecedora de telas sensíveis ao toque para o TouchPad, também sairia prejudicada no caso do cancelamento do produto, segundo a corretora Collins Stewart. A HP, que por anos foi uma das empresas símbolo do Vale do Silício, vem enfrentando problemas na divisão de computadores, diante de aparelhos mais modernos como o iPad.                  

veja também