MENU

Agência anuncia na web "velório" do Internet Explorer

Agência anuncia na web "velório" do Internet Explorer

Atualizado: Quinta-feira, 25 Fevereiro de 2010 as 12

Depois de diversos sites já terem abandonado a compatibilidade com o navegador e outros anunciarem que deixarão de lhe dar suporte, foi lançado ontem na internet um convite para o seu "funeral".

O site IE6 Funeral (ie6funeral.com), criado pela agência Aten Design Group traz a seguinte mensagem: "O Internet Explorer 6, atuante na internet há oito anos, morreu na manhã do dia primeiro de março de 2010, em Mountain View, na Califórnia, como resultado de um ferimento sofrido em seu local de trabalho na sede da Google , Inc. O Internet Explorer 6, conhecido por amigos e familiares como &IE6&, continuará vivendo em seu filho Internet Explorer 7 e sua neta Internet Explorer 8. O Funeral será no dia 4 de março, às 07h"

O site ainda abre espaço para que pessoas deixem suas condolências e confirmem ou não sua presença no funeral.

O blog da agência explica que o anúncio feito pelo Google de que a partir de março deixará de prestar suporte ao IE6 foi o motivo para a criação do site. Para eles, a futura incompatibilidade dos serviços oferecidos pelo Google ao navegador não causa um grande impacto aos serviços prestados pela agência, uma vez que continuarão oferecendo produtos compatíveis ao IE6, porém o anúncio é um passo muito importante na evolução da internet e, para a agência, um ótimo motivo para que a comunidade local de web designers se reuna para comemorar.

Nesta quarta-feira, foi anunciado que a partir do dia 13 de março o YouTube também não oferecerá mais suporte ao acesso feito via Internet Explorer 6. A suspensão do suporte ao antigo navegador da Microsoft também acontecerá com outros produtos da Google, como o Google Docs.

De acordo com o jornal The Washington Post o funeral será na própria sede da Aten Design Group e aqueles que não puderem comparecer, estão convidados a enviar flores para o endereço disponibilizado no site. O jornal ainda lembra que para aqueles que decidirem prestar suas condolências pessoalmente, a agência ironicamente sugere "trajes fúnebres", mais apropriados para um velório.

veja também