MENU

Alcatel-Lucent apresenta cubo que pode substituir torres de celular

Alcatel-Lucent apresenta cubo que pode substituir torres de celular

Atualizado: Terça-feira, 8 Fevereiro de 2011 as 11:24

A Alcatel-Lucent apresentou nesta segunda-feira, 7, em coletiva de imprensa em Londres, uma nova arquitetura para a rede de acesso móvel que permitirá reduzir o tamanho das torres celulares que poluem visualmente os grandes centros urbanos.  

Batizada de LightRadio, a solução consiste em um pequeno dispositivo de rádio, que pesa apenas 300 gramas, e outro, igualmente pequeno, que realiza a parte de processamento e que não precisa necessariamente ficar no mesmo site.

O dispositivo de rádio, internamente chamado de "cubo" pelos técnicos da Alcatel-Lucent, é capaz de transmitir em qualquer frequência de 400 MHz a 4 GHz e operar em padrões de 2G, 3G e 4G simultaneamente. "É possível instalar o LightRadio em postes e nas laterais de prédios. Não é necessário construir torres", disse o presidente da divisão de tecnologias sem fio da companhia, Wim Sweldens. Nessa nova arquitetura, o custo total (ou TCO, na sigla em inglês) para a operadora cai pela metade, segundo o executivo.

Contribui para isso a queda no consumo de energia em uma torre, que também diminui pela metade. Sweldens fez questão de diferenciar o LightRadio das femtocells: "A femtocell é para uso doméstico. O LightRadio substitui macro e pequenas células e tem alcance muito maior."

A tecnologia por trás da nova solução foi desenvolvida pelo Bell Labs, braço de pesquisa e desenvolvimento da Alcatel-Lucent, e contou com a parceria da HP e da Freescale em áreas específicas.

O projeto gerou a criação de mais de 200 novas patentes. Três grandes operadoras concordaram em iniciar este ano testes com a nova arquitetura proposta pela Alcatel-Lucent: a chinesa China Mobile, a norte-americana Verizon e a europeia Orange. O lançamento comercial da solução deve acontecer em 2011.    

veja também