MENU

Americana é multada e proibida de ver filho após difamá-lo no Facebook

Americana é multada e proibida de ver filho após difamá-lo no Facebook

Atualizado: Sexta-feira, 28 Maio de 2010 as 7:47

Uma mãe americana da cidade de Arkadelphia, no Arkansas, foi condenada por um tribunal local por ter difamado o próprio filho adolescente na página dele no site de relacionamentos  Facebook.

O juiz distrital do condado de Clarck, Randy Hill, condenou Denise New por assédio moral, considerado uma contravenção.

Ela terá de pagar uma multa de US$ 435 (cerca de R$ 794), além de ter de frequentar um curso de ''gerenciamento de raiva'' e outro sobre paternidade. Ela também está proibida de ter contato com o filho de 17 anos, Lane, que mora com a avó.

Denise explicou que alterou a senha do perfil do garoto no site de relacionamentos depois de ter lido um post em que ele contava que dirigiu seu carro para casa em alta velocidade, depois de uma ''balada'', porque havia levado um fora de uma garota.

Antes de mudar a senha, ela chegou a discutir virtualmente o assunto com o próprio filho e com os amigos dele -o que ele considerou difamatório.

Denise argumentou no tribunal que ela estava cumprindo sua obrigação de mãe e que tem o direito legal de monitorar as atividades online do filho. Ela afirmou que planeja recorrer.

veja também