MENU

Após prisão de hacker, sites da polícia e do MP holandeses são atacados

Após prisão de hacker, sites da polícia e do MP holandeses são atacados

Atualizado: Sexta-feira, 10 Dezembro de 2010 as 11:33

 Um porta-voz da polícia da Holanda disse nesta sexta-feira (10) que hackers atacaram os sites da polícia e do Ministério Público do país, um dia depois de um adolescente de 16 anos ter sido preso em Haia por envolvimento nos ataques contra sites de empresas como a Visa e a MasterCard.   Em entrevista à Fox News , Dennis Janus, do serviço de polícia nacional disse que o grupo “hacktivista” Anonymous “tentou derrubar” os dois sites, aparentemente usando um ataque de negação de serviço (DDoS, na sigla em inglês). Já uma representante do Ministério Público holandês, Desiree Wilhelm, disse que a instituição está investigando os problemas com o site.

Por volta das 11 horas desta sexta-feira, ambos os sites eram acessados normalmente pela reportagem de EXAME.com.

O adolescente preso deve comparecer a um julgamento nesta sexta-feira (10). Ele teria admitido participação nos ataques, que são reivindicados pelo Anonymous . Conforme manifesto do grupo de hackers, as ações são realizadas contra empresas e instituições que se opõem ao WikiLeaks ou a seu fundador, Julian Assange, “em defesa da liberdade de expressão”.    

veja também