MENU

Apple lista sites compatíveis com iPad

Apple lista sites compatíveis com iPad

Atualizado: Segunda-feira, 5 Abril de 2010 as 12

Certo, não há Flash no iPad.  A Apple decidiu responder aos críticos ontem, colocando na sua página uma lista de vinte sites que funcionarão no tablet sem o aplicativo da Adobe.

Segundo a companhia de Steve Jobs, sites como o publicador de vídeos Vimeo, o de compartilhamento de fotos Flickr, o de filmes Netflix, o do canal ESPN, o da marca esportiva Nike e os das publicações Reuters, New York Times, Time, Sports Illustrated, Spin, People Magazine e National Geographic funcionarão muito bem na tela de 9,7 polegadas do gadget.

Todos esses sites, já aprovados, incorporam as tecnologias HTML5, CSS3 e JavaScript, que, segundo a Apple, tiram melhor proveito da internet do que o Flash - presente em 99% dos sites de hoje. Tanto é a crença da Apple nas melhorias que, na mesma página que anuncia os sites compatíveis, a companhia incentiva uma migração de outros: Envie seu site para o crescimento da lista. A partir disso, há um formulário a ser preenchido pelo dono do site, junto a um guia que auxilia desenvolvedores a prepararem o conteúdo da web para o tablet.

Os outros sites disponíveis para iPad, segundo a Apple, são: Casa Branca, CBS, CNN, Virgin América, NPR, Liga de Basquete, Liga de Baseball e TED.

A lista completa, com uma pequena descrição da tecnologia usada pelas empresas está na seção iPad Ready , no site da Apple.

O iPad começou a ser vendido ontem nos Estados Unidos e deve chegar no fim do mês a outros países, como Austrália, Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão, Espanha, Suíça e Reino Unido.

Por enquanto, apenas as versões Wi-Fi estão sendo vendidas, custando US$ 499 (16GB), US$599 (32GB) e US$699 (64 GB).

A previsão da Apple é que até o início de maio os modelos com 3G já cheguem às lojas americanas, com valores de venda de US$629 (16GB), US$729 (32GB) e US$829 (64 GB).

veja também