MENU

Banda larga cresceu 16% no Brasil em 2009, diz estudo

Banda larga cresceu 16% no Brasil em 2009, diz estudo

Atualizado: Quarta-feira, 23 Setembro de 2009 as 12

O número de conexões banda larga cresceu 16% no Brasil no primeiro semestre de 2009. No total, o País tem 13,6 milhões de conexões, de acordo com a 12ª edição do Barômetro da Banda Larga, estudo feito a cada seis meses pela Cisco e IDC.

Segundo o estudo, no período analisado (janeiro a junho), foram 1,13 milhão de novas conexões fixas e 680 mil conexões móveis. No período de um ano entre junho de 2008 e de 2009, o crescimento da banda larga no Brasil foi de 36,5%.

Nos totais, junho de 2009 fechou com 2,6 milhões de conexões móveis e 10,9 milhões de conexões fixas. Ao iniciar a medir a banda larga no Brasil, a Cisco criou a meta de "15 milhões de conexões" até 2010, número que deve ser alcançado no próximo semestre. O estudo é feito com provedores de acesso em todo o País.

De acordo com a pesquisa, a velocidade de navegação aumentou "timidamente". A banda larga mais "popular" é a de 512 Kbps/0,99 Mbps (28%), mas os acessos entre 1 e 2 Mbps já representam 22% das conexões. Apenas 16% das conexões estão acima de 2 Mbps no Brasil.

Na divisão geográfica, São Paulo tem o maior número de acessos em alta velocidade a cada 100 habitantes, com 11% de participação, seguido pela região Sul (7,49%), Centro-Oeste (6,05%), Sudeste (6,01%) Norte (3,51%) e Nordeste (1,19%), sem contar os acessos por celular.

A Cisco e o IDC estimam que, na América Latina, existam mais de 26,8 milhões de conexões (números de dezembro de 2008), com o maior número de acessos na Argentina e Chile (8,8% da população com banda larga), seguido pelo Uruguai (7,6%) e Brasil (5,2%).

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também