MENU

Brasileiro cria plataforma de acesso à rede

Brasileiro cria plataforma de acesso à rede

Atualizado: Segunda-feira, 18 Abril de 2011 as 3:05

Uma plataforma que permite o acesso à internet por chamadas telefônicas comuns está em lançamento pelo Media Lab, uma das principais fontes de pesquisa da interação entre homens e máquinas nos EUA. A ideia é do brasileiro Leo Burd, que criou o VoIP Drupal, após anos em busca de alternativas aos telecentros, proposta de universalização da Internet no Brasil e em outros países.

Burd coordenou uma ONG que montava escolas de informática, similares aos telecentros, em favelas de São Paulo. “Via deficiências no modelo, mas não sabia resolvê-las’’. Ele é o único brasileiro na equipe fixa do Media Lab, uma usina de ideias no MIT (Massachusetts Institute of Technology).

O pesquisador enfrentou alto custo de manutenção dos centros, dificuldade de acesso para quem mora mais longe ou tem obstáculos à locomoção e o despreparo de alguns usuários para explorar da melhor forma possível a rede. Por isso Burd procurou no doutorado fora do Brasil a pesquisa de uma plataforma mais simplificada, acessível não só via internet e e-mail, mas também por telefone fixo ou celular.

A descoberta foi batizada desta forma devido à tecnologia VoIP (telefonia via internet) e Drupal, paleta de ferramentas para construir sites e plataformas na internet.

Correio de voz O correio de voz é a base da ideia: o VoIP Drupal permite que o conteúdo de um site seja convertido em mensagem de voz, a baixo custo, e acessado por telefone ou e-mail. A plataforma também cria para cada usuário uma caixa postal, mesmo que ele não tenha telefone.

Burd lembra que já há familiaridade dos usuários com a telefonia e que os mesmes são muito mais presentes do que computadores e conexões rápidas. “Também não é preciso saber ler para acessar os conteúdos”.

Sobre investir em telefonia, e não em internet parece à primeira vista um retrocesso, Burd avalia que seu projeto não eliminaria os telecentros, mas os complementaria.      

veja também