MENU

Cabo submarino conectará hospitais e escolas da África

Cabo submarino conectará hospitais e escolas da África

Atualizado: Quinta-feira, 31 Março de 2011 as 1:58

Robert Henderson, presidente da divisão filantrópica da americana Baharicom, anunciou nesta quarta-feira (30), na Conferência Internacional de Alianças Comerciais com a África, em Tenerife, Espanha, que o lançamento de um cabo submarino entre a ilha espanhola e a costa oeste da África beneficiará escolas e hospitais do continente. Prevista para ser lançada em 2012, o cabo permitirá que 20 países africanos tenham acesso a banda larga.  

A liberalização das telecomunicações nesses países tornará mais barato o acesso à internet, e assim escolas e hospitais poderão compartilhar e adquirir conhecimentos. Segundo o executivo, a União Africana tem um projeto de “e-escolas” que pretende conectar 600 mil colégios.

Lamin Camara, presidente de África Coast to Europe Consortium (ACE), disse na Conferência que o setor da saúde também se beneficiará das redes submarinas.

O cabo passará por França, Portugal, Espanha, Mauritânia, Senegal, Gâmbia, Guiné Equatorial, Serra Leoa, Libéria, Costa do Marfim, Gana, Benin, Nigéria, Camarões, Gabão, Congo, Angola, Namíbia e África do Sul ao custo de US$ 700 milhões.      

veja também