MENU

China aumenta número de supervisores da internet

China aumenta número de supervisores da internet

Atualizado: Segunda-feira, 30 Agosto de 2010 as 10:47

Sede do Google na China: empresa foi uma das que tiveram problemas com a regulação da internet chinesa. Pequim - As autoridades chinesas anunciaram a contratação dez novos supervisores para revisar os conteúdos vulgares ou pornográficos publicados na internet, informa hoje o jornal local "Beijing Morning Post". Citando a associação de comunicação em linha de Pequim (BAOM, na sigla em inglês), a publicação indicou que oito dos maiores portais na internet com base na capital chinesa deverão contratar supervisores "responsáveis e disciplinados". Os inspetores terão a missão de procurar e elaborar relatórios sobre os sites com conteúdos pornográficos, apostas ou violentos, assim como os que alardeiem a riqueza e que possam atentar contra a estabilidade social e a segurança nacional.

Entre as páginas afetadas estão as mais populares na China, como os portais "163.com" e "hexun.com", com ativos fóruns de usuários.

Grupos de liberdade de imprensa, como Anistia Internacional (AI) e Repórteres Sem Fronteiras (RSF), denunciam que por meio das campanhas contra pornografia do Governo acabam cancelando sites de dissidentes ou com conteúdos críticos ao regime.

O número de usuários da internet não para de crescer na China. Cálculos indicam mais de 420 milhões de internautas, o maior mercado do planeta.

Postado por:Thatiane de Souza

veja também