MENU

Chrome começa a sincronizar extensões

Chrome começa a sincronizar extensões

Atualizado: Terça-feira, 6 Julho de 2010 as 10:54

A nova versão do Google Chrome para desenvolvedores (6.0.453.1) permite sincronizar complementos entre diferentes computadores. Mas nem sempre funciona.

Para habilitar a sincronização, é necessário baixar o Google Chrome 6 Dev e instalá-lo no computador. Como se trata de uma versão ainda experimental, podem ocorrer panes e travamentos (e pode apostar que é verdade). Também há bugs que ainda não foram corrigidos. É importante ressaltar ainda que essa versão vai substituir qualquer outra que tiver sido instalada no micro. Por isso, quem quiser usar a funcionalidade deve fazer isso por sua conta e risco, com diria Silvio Santos.

Depois, basta abrir o menu de Ferramentas, clicar em “Opções”, “Coisas pessoais” e, em “Sincronização”, pressionar o botão “Personalizar”. Vai surgir a janela abaixo, ainda bem mal-acabada (sinal de que resolveram botar a função pra funcionar e, depois, vão dar um jeito na estética da coisa). Aí, é só selecionar a caixa “Extensões” ou “Keep everything synced” (também não traduziram o menu para o português).

Fizemos duas tentativas de sincronizar os complementos, com contas diferentes do Google. Na primeira, com 34 extensões, 9 não apareceram quando fizemos o login em outro PC. Com uma outra conta, que tinha apenas 7 complementos, a sincronização deu certo. A funcionalidade tem outros problemas, como o de ignorar os complementos que são na verdade scripts Greasemonkey. Tudo isso deve ser aparado até que o recurso esteja disponível no Chrome beta e, mais tarde, na versão estável.

O mais estranho é que as extensões são armazenadas em algum lugar que o Google não informa. Não ficam em uma pasta no Google Docs, como ocorre com os favoritos. Durante a sincronização, os arquivos são enviados por upload para os servidores do Google. Tudo ainda é bem estranho. Será que os dados vão para um outro serviço de armazenamento na nuvem prometido para o Chrome OS, que guardará os arquivos na nuvem?

veja também