MENU

Criador de Angry Birds decreta morte dos consoles

Criador de Angry Birds decreta morte dos consoles

Atualizado: Segunda-feira, 21 Março de 2011 as 2

Peter Vesterbacka, um dos criadores do viciante Angry Birds , afirmou que os consoles estão morrendo. A declaração polêmica foi dada durante a conferência South by Southwest , realizada entre os dias 11 e 20 de março em Austin, Texas. Segundo o executivo da finlandesa Rovio Mobile , as plataformas móveis (portáteis e telefones celulares) estão sendo responsáveis, hoje, pelas grandes inovações da indústria de games. Além disso, segundo o executivo, o preço dos jogos de videogames é proibitivo, fato que nós Brasileiros sabemos muito bem.     Porém, se a indústria de consoles morreu, temos de perguntar ao senhor Vesterbacka: cadê o cadáver? Com tantos lançamentos bons previstos para 2011, é difícil acreditar em recessão no mercado de jogos. E quem ousaria levantar a bandeira da estagnação criativa após o lançamento do Kinect e a demonstração da Epic Games sobre o possível potencial gráfico da nova geração na Game Developers Conference deste ano?     Ao que tudo indica, o depoimento controverso de Verstebacka foi uma resposta ao posicionamento do presidente da Nintendo , Saturo Iwata, na GDC . De acordo com o CEO da gigante japonesa, os desenvolvedores de jogos para plataformas móveis não estão preocupados em criar produtos de qualidade, e a indústria móvel estaria se fragmentando a ponto de que, no futuro, os desenvolvedores possam ter problemas em manter suas contas no azul.

Por enquanto, este cenário previsto pelo chefão da Nintendo é tão exagerado quanto a morte dos consoles, já que o próprio Angry Birds bateu a marca de 100 mil downloads. No final das contas, a disputa entre games móveis e consoles parece ser mais uma questão de preferência pessoal entre jogos casuais e games hardcore do que uma guinada de mercado.    

veja também