MENU

Criadora de 'Angry Birds' é processada por quebra de patente

Criadora de 'Angry Birds' é processada por quebra de patente

Atualizado: Segunda-feira, 25 Julho de 2011 as 11:51

'Beach Volley' é a atualização do game 'Angry Birds

Rio' (Foto: Divulgação)

  A produtora do game "Angry Birds", a finlandesa Rovio, está sendo processada pela companhia de patentes norte-americana Lodsys por violar algumas tecnologias desenvolvidas e registradas pela empresa.

De acordo com o jornal "Telegraph", a Lodsys afirma que a Rovio quebrou algumas de suas patentes como a aquisição de fases adicionais para o jogo "Angry Birds" diretamente do título, sem a necessidade de ter que sair do game e acessar uma loja virtual.

O sistema de patentes na europa exige que as criações de software apresentem algum "efeito físico da patente", ou seja, apresentar algo criado, para entrar com um processo de quebra de direitos autorais, enquanto no EUA, a apresentação de uma patente baseada em uma "ideia do software" serve como prova em processo de infração de direitos autorais.

Por conta disso, muitos desenvolvedores de games europeus não lançam seus jogos nos Estados Unidos, e muitos retiraram jogos do mercado norte-americano, por conta do risco de processo da Lodsys, afirma o "Telegraph".

"Angry Birds" é um dos games casuais de maior sucesso dos últimos tempos, com diversas versões para as plataformas iOS, Android, Maemo, Palm webOS, Symbian, Mac OS X, Windows, Windows Phone 7 e para os consoles PlayStation 3 e PSP. Lançado em dezembro de 2009, o título vendeu mais de 200 milhões de cópias em maio e atualmente, segundo a Rovio, tem uma média de 1 milhão de downloads por dia.      

veja também