MENU

Dados da agência espacial europeia são usados para mapear mosquitos

Dados da agência espacial europeia são usados para mapear mosquitos

Atualizado: Quinta-feira, 19 Maio de 2011 as 2:15

Mosquitos causadores de doenças como a dengue e a febre do Nilo serão revelados por mapeamento feito pela ESA em parceria com empresas privadas europeias. (Foto: Avia-GIS / via ESA)

  A agência espacial europeia (ESA, na sigla em inglês) está desenvolvendo um serviço para ajudar a mapear a presença de mosquitos causadores de doenças como a febre do Nilo e a dengue na Europa.

A distribuição dos insetos será vista por meio de dados coletados por satélites e por pesquisadores em solo - equipados com smartphones e palms.

O mapeamento começou a ser conduzido na Europa, com o objetivo de ajudar órgãos de saúde públicos e sistemas de controle regionais de mosquitos em países como a França, Holanda, Reino Unido, Bélgica, Itália e Suíça.

Ao saber onde estão, os agentes sanitários podem manter a população dos insetos abaixo do necessário para trazer riscos à população.

Além de dados de satélite, cada usuário do Vecmap poderá fornecer dados locais sobre os mosquitos. (Foto: Avia-GIS / via ESA)

  Conhecido como Vecmap, o programa da ESA começou a ser testado em 2009, mas ainda serão necessários mais dois anos até que os dados do mapeamento estejam disponíveis no mercado.

O Vecmap vai reunir informações coletadas tanto em solo - por pesquisadores com smartphones e palms - como por satélite sobre a vegetação, temperatura, umidade e cursos d'água em diversas regiões.

A ideia é formar um grande banco de dados sobre locais onde os insetos podem surgir.        

veja também