MENU

Em evento, Twitter confirma criação de perfis patrocinados

Em evento, Twitter confirma criação de perfis patrocinados

Atualizado: Quarta-feira, 29 Setembro de 2010 as 11:25

Conforme prometido , o Twitter revelou na terça-feira (29/8), em uma conferência em Nova York (EUA), mais detalhes sobre seu plano de negócios, que inclui medidas para aumentar a receita da empresa.

Segundo informou o New York Times nesta terça, a empresa confirmou que, em breve, as empresas poderão pagar para que apareçam na lista de perfis sugeridos para serem seguidos.

Por outro lado, num sinal de que suas opções de publicidade passam por um ajuste fino, a conta @earlybird - que divulga ofertas em lojas de comércio eletrônico - será encerrada.

As informações foram prestadas nesta terça pelo principal executivo financeiro do Twitter, o COO Dick Costolo, em uma conferência da Interactive Advertising Bureau em Nova York (EUA), e que foi acompanhada pelo jornal.

O New York Times destacou que, para Costolo, o Twitter está "definitivamente além da fase de experimentação. Sentimos como se tivéssemos decifrado um novo tipo de publicidade - uma publicidade que começa como um conteúdo orgânico."

Com os Promoted Tweets, as empresas já podiam aparecer no topo das postagens quando alguém procurava por palavras relacionadas, ou na lista dos Trending Topics. Agora, elas poderão comprar anúncios para promoverem suas contas.

Quando foi questionado sobre a disposição das empresas de gastar milhões de dólares no Twitter tal como fazem com a Google, Costolo disse que "este dia está logo depois da próxima esquina".

Sem citar nomes, o Twitter revelou que 40 empresas já anunciaram e que 80% anunciaram mais de uma vez no microblog. A expectativa é que até o fim de 2010 esta número alcance a casa dos cem.

Para 2011, a empresa prepara um sistema de autosserviço para que pequenas empresas possam anunciar no Twitter, revelou Costolo. Atualmente o microblog tem mais de 160 milhões de usuários e ganha 370 mil usuários por dia.

Postado por: Guilherme Pilão

veja também