MENU

Empresa de segurança elege os vírus mais extravagantes de 2010

Empresa de segurança elege os vírus mais extravagantes de 2010

Atualizado: Terça-feira, 4 Janeiro de 2011 as 3:26

A empresa Panda Security, especializada em segurança da internet, divulgou nesta terça-feira (4) o Anuário do Vírus de 2010, lista que mostra as pragas virtuais mais extravagantes que circularam durante o ano passado. Para chegar ao resultado, o laboratório da companhia analisou mais de 20 milhões de variações das armadilhas que colocaram em risco a boa navegação dos internautas.

O vírus HellRaiser.A chega ao computador da vítima e pede autorização para ser instalado como se fosse um programa ou arquivo de interesse do internauta. Após a permissão, a praga assume o controle do computador à distância e passa a comandar uma série de funções, como abrir a bandeja de DVD do PC.

Bom Samaritano

O Bredolab.Y chega ao programa de mensagens Outlook por e-mail disfarçado como se fosse enviado pela Microsoft. O texto diz que o sistema está infectado e uma atualização paga deve ser feita para que o internauta continue a usar o recurso. Quem cai no golpe paga pela atualização, mas nunca recebe o que foi prometido.

Poliglota do ano

O vírus MSNWorm é um velho conhecido das empresas de segurança e levou o título de poliglota de 2010 por ser distribuído via mensagens no programa Live Messenger, popularmente conhecido como MSN, em 18 idiomas diferentes.

O mais audacioso

O Stuxnet.A é um vírus complexo que se espalhou por pendrives e outros dispositivos USB e infectou sistemas industriais. Segundo empresas de segurança, o software já afetou milhares de computadores em todo o mundo, a maior parte no Irã, que teve até usinas nucleares como alvos.

O mais irritante

Quando o Oscarbot.YQ é instalado no PC, ele gera uma janela que quanto mais o internauta clica para tentar fechá-la, mais janelas pipocam na tela do computador.

O mais "seguro"

Assim que instalado no computador, o Clippo.A protege todos os arquivos com senha, impedindo o usuário de acessar seus documentos. O mais estranho é que a praga virtual faz isso sem motivo algum, somente para irritar.

Afetado pela crise mundial

A crise econômica está afetando diversas economias pelo mundo, e isso também se reflete nos crimes cibernéticos. Alguns anos atrás, qualquer praga virtual que bloqueia computadores exigia mais de R$ 500 (US$ 300) para o resgate. Com a crise, o valor cobrado pelo suposto desbloqueio, por exemplo, pelo Ramsom.AB caiu para R$ 20 (US$ 12).

O mais mentiroso

Para explorar o medo de quem teme ter o computador infestado de vírus, o SecurityEssentials2010 é apresentado em mensagens falsas com a informação de que a máquina está infectada. O objetivo é fazer o dono do PC acreditar na história e instalar a “solução antivírus” que, na verdade, é uma grande praga virtual. O desenho do falso programa é tão parecido com um antivírus de verdade que a ameaça foi eleita a mais mentirosa de 2010.

A Panda Security cita ainda no anuário uma praga chamada Mariposa (Butterfly), que agia como um inseto virtual ao se “alimentar” de dados dos computadores e “pular” rapidamente para outros PCs. Em todo o mundo, mais de 13 milhões de pessoas foram vítimas desse vírus. Ele foi rastreado em março e seus criadores foram presos.

veja também