MENU

"Empresas: 34% não têm sites próprios", afirma ACSP

"Empresas: 34% não têm sites próprios", afirma ACSP

Atualizado: Segunda-feira, 30 Novembro de 2009 as 12

Segundo estudo realizado pela ACSP (Associação Comercial de São Paulo), 34% das empresas não possuem sites próprios, contra 66% que estão presentes no universo digital.

A parcela de empresas que não possuem site é maior entre as de microporte, com 41%, seguido pelas pequenas, com 15%, as grandes, com 14%, e as médias, com 5%.

Considerando a utilização da ferramenta por setor, o estudo destaca que 80% das indústrias têm sites próprios, registrando número médio de 819 acessos por mês, enquanto o comércio atacadista chega a 70%, com média de 1.611 acessos.

Já o setor de prestação de serviços têm 1.717 acessos, com 67% das empresas com sites. Aparecem em seguida, a construção civil, com 65% e média de 2.325 acessos, e o comércio varejista, cujas empresas têm 60%, com 1.506 acessos.

E-commerce

Em relações às transações pela internet, o levantamento afirmou que 64% do total das empresas não utilizam o e-commerce como canal de vendas. Considerando o porte da empresas, 76% das grandes não adotam o comércio virtual nem para comprar nem para vender, enquanto 66% das micros, 62% das médias e 54% das pequenas estão distantes do e-commerce.

''Interessante quando analisamos que micros, pequenas e médias empresas possuem um percentual acima das grandes empresas na realização de compras ou vendas on-line. Isto demostra que esses empresários estão mais atentos às novas ferramentas e oportunidades de expansão de seus empreendimentos'', afirmou a superintende de marketing da ACSP, Sandra Turchi.

Quando questionados sobre a razão para estarem fora do comércio virtual 46% dos entrevistados afirmam que não há necessidade de utilizar a ferramenta, enquanto 17% disseram que falta foco no assunto, 13% reconheceram que não sabem como proceder, 9% responderam que atuam em setores que não comercializava pela internet, 7% alegaram falta de estrutura e 2% garantiram que estão investindo, mas seus sites estão em fase de construção.

De acordo com a ACSP, 69% das instituições financeiras têm até 10% do volume de vendas gerada pelo comércio eletrônico. Em seguida, vêm o setor varejista, com 44%, a indústria (38%), o comércio atacadista (35%), o setor de prestação de serviços (33%) e a construção civil (17%).

O estudo concluiu que 83% das empresas apenas compram pela internet, mas não vendem.

Sobre a pesquisa

A pesquisa da ACSP entrevistou 1.201 empresas do Estado de São Paulo.

veja também