MENU

Empresas estão atrasadas na adequação dos sistemas ao IFRS

Empresas estão atrasadas na adequação dos sistemas ao IFRS

Atualizado: Quinta-feira, 19 Agosto de 2010 as 1:11

A partir de 30 de março do próximo ano, todas as companhias brasileiras de natureza S.A. (Sociedade Anônima) e as corporações de grande porte – com ativo total superior a 240 milhões de reais e receita bruta anual acima de 300 milhões de reais – terão de emitir seus relatórios contábeis no padrão IFRS (International Financial Reporting Standard), utilizado em diversos países do mundo. Mas existe uma expectativa, por parte dos fornecedores, de que muitas organizações locais não consigam cumprir os prazos necessários para ajustar seus sistemas ao novo modelo.

A consultoria em sistemas Essence relata que, nos últimos três a quatro meses, recebeu mais de 30 solicitações de organizações interessadas em se adaptar ao IFRS. “Antes disso, só tínhamos fechado dois projetos”, conta o sócio-diretor da empresa, Gabriel Rodrigues. Ele relata que essa informação demonstra que as organizações só começaram a se preocupar com a migração para o novo modelo de relatórios contábeis recentemente. “Trata-se de uma demanda que tem caído agora no colo dos CIOs”, afirma Rodrigues. No entanto, ele acredita que, como esse tipo de projeto pode durar de seis meses a um ano, muitas organizações não terão tempo hábil para adaptar os sistemas.

O executivo também prevê que a demanda das corporações será maior do que a capacidade de entrega dos fornecedores de soluções relacionadas ao IFRS. A própria Essence, segundo o executivo, foi procurada recentemente por dez empresas e não conseguirá atender a todas elas.

A solução para as empresas que não conseguirem adequar seus sistemas ao IFRS será entregar os relatórios em planilhas eletrônicas. “Mas no Excel, podem ocorrer erros, além de ser um processo mais demorado”, ressalta Rodrigues.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também