MENU

Estoque do iPhone 4 termina em poucas horas no Japão

Estoque do iPhone 4 termina em poucas horas no Japão

Atualizado: Quinta-feira, 24 Junho de 2010 as 7:47

O estoque iPhone 4 se esgotou nesta quinta-feira (24) nas lojas do Japão poucas horas depois que o aparelho foi colocado à venda. Centenas de pessoas esperaram por horas em longas filas para comprar o aparelho.

O cobiçado iPhone 4, com um novo design e mais funções, só chegou às mãos de poucos através de algumas lojas de produtos eletrônicos, nas lojas japonesas da Apple e lojas da operadora exclusiva do aparelho, a Softbank.

Cerca de 300 pessoas esperaram a abertura da principal loja da Softbank, no bairro de Omotesando, em Tóquio. Alguns passaram a noite na fila para estar entre os primeiros a ter a nova geração do iPhone.

A Softbank, que não revelou o número de unidades colocadas à venda nesta quinta, começou a receber pedidos antecipados no último dia 15, mas três dias depois o serviço foi suspenso porque as encomendas excederam muito as projeções da companhia, informou a operadora.

Apple começa a vender iPhone 4 nesta quinta-feira em cinco países Empresa de tecnologia desmonta iPhone 4 antes de chegada às lojas iPhone 4 chega um dia antes para alguns usuários Novo iPhone 4 ganha câmera para conversas em vídeo e fica mais fino Apple vende 600 mil unidades do iPhone 4 em um dia Veja imagens do novo iPhone 4 O presidente da Softbank, Masayoshi San, afirmou que acredita que o novo telefone da Apple contribuirá para aumentar o número de clientes da companhia, que cresceu sobretudo graças à contribuição das versões anteriores do iPhone.

Muitos dos que esperavam hoje em filas de Tóquio eram donos de versões antigas do telefone da Apple, e esperavam para substituí-lo pela quarta geração, que inclui duas câmeras e tem uma maior resolução de tela.

No Japão, o iPhone 4 será vendido a 46 mil ienes (416 euros) com memória de 16 GB e a 57,6 mil ienes (520 euros) em sua versão de 32 GB.

A partir desta quinta, o iPhone 4 estará disponível também em outros quatro países: Estados Unidos, França, Alemanha e Reino Unido.

veja também