Estudantes monitoram bullying pelo Facebook

Estudantes monitoram bullying pelo Facebook

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:55

Estudantes de uma escola de Herzliya em Israel montaram um comitê para monitorar e combater a postagem de material ofensivo a colegas na rede social Facebook. A ideia é denunciar o bullying (intimidação) e a divulgação de fotografias imprópria de colegas.

O comitê foi organizado por alunos da quinta e sexta séries do Ensino Fundamental da Escola Alon. O Facebook entrará em contato com os responsáveis para pedir a retirada das postagens ofensivas. Alunos que não colaborarem serão denunciados aos professores.

Preocupados com a possibilidade de garotos de 12 anos se tornassem censores da internet, alguns professores propuseram que a comissão fosse rotativa, mas se convenceram que nem todos os estudantes são capazes de enfrentar seus colegas e pedir-lhes para parar de intimidar outras crianças.

“O temor é que eles pudessem se transformar em uma espécie de força policial que fosse longe demais e perseguisse alunos. Por isso abrimos espaço para o acompanhamento de pais e professores”, explica a diretora Nati Giladi.

“Eles estão conduzindo o diálogo e assumindo a responsabilidade de não intimidar os demais”, completa Nati. “Se houver um caso que não puderem resolver, então eles conversam com o professor na sala de aula. E o professor não está no Facebook.”     Por Francine Machado

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições