MENU

Estúdio canadense acusa Mozilla de plagiar interface

Estúdio canadense acusa Mozilla de plagiar interface

Atualizado: Sexta-feira, 12 Março de 2010 as 12

Uma empresa canadense de design de interfaces acusou a Fundação Mozilla de roubar elementos de interface de usuário para uma ferramenta de desenvolvimento do projeto Jetpack, concebida pela Mozilla para simplificar a criação de add-ons.

A MetaLab tornou públicas suas acusações na terça-feira (9/3), quando o fundador Andrew Wilkinson comentou, em seu blog , sobre as semelhanças entre os projetos de sua empresa e os incluídos pela Mozilla no FlightDeck, um editor Jetpack.

"O que eles fizeram foi bastante ridículo", disse Wilkinson em uma entrevista nesta quinta-feira (11/3), argumentando que há uma distinção entre ser inspirado pelo trabalho de outro e simplesmente copiá-lo. "Há uma diferença entre inspiração e fazer um decalque", disse. "As medidas dos elementos gráficos [que a Mozilla tomou de nós] eram exatamente iguais, os mesmos números de pixel. Quando alguém vem e pega suas imagens de seu servidor, a linha foi cruzada."

Na quarta-feira (10/3), a Mozilla se desculpou à MetaLab . "Apesar de o design em implementação não utilizar esses elementos, nós os incluímos por engano nos mockups iniciais, no blog e no vídeo que anunciavam a próxima fase de desenvolvimento do Jetpack SDK", disse a Mozilla em seu blog. "Nós pedimos sinceras desculpas à MetaLabs por incorporar elementos de design de seu site em nossos primeiros mockups e por termos publicado esse material sem os créditos apropriados."

A Mozilla recusou-se, no entanto, a comentar as acusações de plágio.

Proposta antiga

"Geralmente nós relevamos esse tipo de coisa, damos boas risadas e entramos em contato de forma discreta", disse Wilkinson. "Mas nós ficamos chocados com tudo isso. Fizemos barulho por acharmos isso ridículo."

Wilkinson estava se referindo à proposta que a MetaLab enviou em novembro à Mozilla, para trabalhar a interface de usuário do FlightDeck. "Mark [Nichols, da MetaLab] ficou uma hora ao telefone com Daniel Buchner e Aza Raskin [da Mozilla], detalhando a proposta", disse Wilkinson em seu blog, na terça-feira. Em 27 de dezembro, Buchner contou à MetaLab que a Mozilla havia decidido não contratar a empresa para este projeto.

veja também