MENU

Facebook responde a acusações de Assange

Facebook responde a acusações de Assange

Atualizado: Quarta-feira, 4 Maio de 2011 as 10:56

O Facebook respondeu as acusações feitas pelo fundador do WikiLeaks, Julian Assange.

Segundo o australiano, o Facebook “é a maior máquina de espionagem já inventada pelo homem”. Além disso, a rede social ofertaria uma interface especial para que agentes do governo americano pudessem monitorar as atividades dos cidadãos.

 Em resposta às acusações, uma porta-voz do Facebook declarou ao site da revista Forbes que a rede social não cede a nenhum tipo de pressão governamental por acesso às informações.

De acordo com ela, a rede social tem uma equipe especial de profissionais certificados, supervisionada por dois agentes federais, que gerenciam os pedidos de quebra de sigilo feitos pela Justiça americana.

“Nós não respondemos à pressão, nós respondemos a processos. Nunca houve uma pressão para que as informações fossem compartilhadas. Pelo contrário, nós lutamos toda vez que acreditamos que os argumentos de um processo são insuficientes. Os padrões legais para o repasse de informações são determinados pelas leis do país e nós seguimos essa regra”, declarou a porta-voz.

Em entrevista em vídeo para o site do canal Russian Today, Assange afirmou que Facebook, Google, Yahoo! e outros gigantes da web oferecem páginas especiais para que agentes do governo monitorem as ações dos usuários.

Atualmente, Assange trava uma batalha com a Justiça inglesa para não ser extraditado para a Suécia, onde é acusado de estupro e abuso sexual. Uma nova audiência está marcada para o dia 12 de julho. Ele alega que as acusações possuem motivação política.

veja também