MENU

Falta de gene causa homossexualidade em rato

Falta de gene causa homossexualidade em rato

Atualizado: Sexta-feira, 9 Julho de 2010 as 10:15

A remoção de um único gene fez com que camundongos fêmeas apresentassem interesse em outras fêmeas e rejeitassem as investidas dos machos.

Apesar de muitos cientistas buscarem as causas do homossexualidade na genética, é importante ressaltar que os resultados da pesquisa, publicada na   BMC Genetics , não podem ser relacionados ao comportamento em humanos.   O estudo foi feito pelo Professor Chankyu Park, do Korea Advanced Institute of Science and Technology em Daejon, Coréia do Sul.

Ele e sua equipe removeram um único gene das fêmeas ainda na fase embrionária. O gene desabilitado é chamado de FucM e é responsável pela produção de uma enzima chamada fucose mutarotase, que influencia os níveis do hormônio estrogênio no cérebro dos camundongos.

Com o procedimento, as fêmeas modificadas rejeitarem os parceiros machos e tentaram acasalar com outras fêmeas. A explicação seria a de que, ao suprimir a produção da enzima, o cérebro dela foi exposto a uma dose extra de estrogênio. Com isso, os animais passaram por uma mudança que tornou seu cérebro similar ao de um macho no que se refere à preferência sexual.

Nos camundongos, o estrogênio causa a masculinização do cérebro, mas o hormônio não possui o mesmo efeito em humanos.

Este é um dos motivos que faz com que os autores do estudo ressaltem que é impossível dizer se a sua descoberta teria qualquer relevância em estudos sobre a sexualidade humana.

veja também