MENU

Funcionários aproveitam da tecnologia para levar informação da empresa

Funcionários aproveitam da tecnologia para levar informação da empresa

Atualizado: Segunda-feira, 18 Maio de 2009 as 12

Funcionários aproveitam da tecnologia para levra informação da empresa

A Symantec e o Instituto Ponemon, uma empresa de pesquisa líder em gerenciamento de informação e privacidade, realizaram pesquisa junto a trabalhadores que perderam ou deixaram seus empregos em 2008 e constataram que, em relação às informações da empresa:

79% copiaram informações sem autorização do empregador.

  Utilizaram CD/DVD, Drive USB ou conta pessoal de correio eletrônico. Na opinião deles, 59% eram informações confidenciais.

  61% relataram ter uma visão desfavorável do seu antigo empregado.

  82% disseram que seu empregador não realizou uma auditoria ou uma revisão dos papéis ou documentos eletrônicos antes que ele/ela deixasse o emprego.

  24% tiveram acesso ao sistema ou rede de computadores de empregador após a saída da empresa. Esses números merecem ter atenção por todas as organizações. Ainda bem, meu caro leitor(a), que sua empresa não tem esse problema. Será?

A questão de vazamento de informação é crescente e, infelizmente, as empresas concorrentes muitas vezes usam métodos incorretos para proteger a informação. A maneira mais fácil é via um usuário da empresa alvo que tenha acesso (autorizado ou não) à informação desejada, como cadastro de clientes. Mas não esqueça que um vazamento de informação pode acontecer por meio da invasão de um site não protegido adequadamente.

A grande questão é que muitas empresas não fazem nem o "dever de casa" em segurança da informação. Ter um processo estruturado de segurança da informação é um controle básico. Continuidade nos controles e profissional habilitado para a gestão da segurança são fatores críticos de sucesso.

A empresa precisa saber que vai gastar recursos (financeiros, tempo, pessoas, mudança cultural). Mas toda organização tem condições de ter um bom nível de segurança da informação. As informações da sua organização valem muitíssimo mais do que o valor necessário para implantar e manter os controles. Não sabe quanto valem suas informações? Pergunte ao seu concorrente! Ele sabe muito bem.

Proteja profissionalmente sua informação!

* Edison Fontes, CISM, CISA. É consultor, professor de Segurança da Informação dos cursos de pós-graduação da FIAP, colunista do site ITWEB e autor dos livros: "Praticando a Segurança da Informação" (Editora Brasport), "Segurança da informação: o usuário faz a diferença!" (Editora Saraiva) e "Vivendo a Segurança da Informação" (Editora Sicurezza). Atua na área de segurança da informação desde 1989.

veja também