MENU

Funcionários treinados com videogame aprendem mais

Funcionários treinados com videogame aprendem mais

Atualizado: Sexta-feira, 22 Outubro de 2010 as 11:26

Jogar videogame, mais do que uma atividade de lazer, é uma maneira eficiente de se treinar funcionários. O que era apenas uma suspeita agora está comprovado cientificamente pela psicóloga Traci Sitzmann, da Escola de Negócios de Denver da Universidade de Colorado, nos Estados Unidos.   Para chegar à conclusão, Traci analisou 65 estudos e avaliações de 6,476 estagiários ao longo de um ano e descobriu que aqueles que jogavam videogames apresentaram níveis de conhecimento factual 11% maiores que os demais. O mesmo grupo ainda tinha níveis de habilidade 14% mais altos e uma taxa de retenção de informações 9% acima da média.

“As empresas têm desenvolvido videogames para empregados há vários anos, mas até agora isso tem sido feito apenas por palpite. Os empresários suspeitavam que os jogos ajudavam, mas nunca provaram isso”, disse Traci, cujo estudo será publicado na próxima edição da revista Personnel Psychology . “Agora sabemos que os videogames funcionam, e sabemos por que eles funcionam”.

Ela explicou que os jogos funcionam melhor quando envolvem o usuário, ao invés de instruí-los passivamente. Segundo a psicóloga, 16% dos jogos que ela estudou eram tão passivos que não se mostravam mais eficazes do que outros métodos de treinamento.

Para que o desenvolvimento de habilidades por meio dos videogames tenha efeito, ela ressalta que é preciso que o funcionário tenha acesso ao jogo a qualquer momento que ele queira. “Uma das vantagens dos jogos eletrônicos é que eles estão intrinsecamente ligados à motivação, o que leva os funcionários a continuar repetidamente no desafio enquanto melhoram suas capacidades”.

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos é uma das instituições que utiliza largamente videogames no treinamento de soldados e marinheiros. Entidades norte-americanas locais de emergência também lançam mão do recurso para simular cenários de desastres.    

veja também