MENU

Gartner prevê venda de 55 milhões de tablets em 2011

Gartner prevê venda de 55 milhões de tablets em 2011

Atualizado: Quarta-feira, 1 Dezembro de 2010 as 12:46

De acordo com a instituição, este setor afetará significativamente o de PCs, que teve sua margem de estimativa de vendas diminuída no ano que vem: de 18,1% para 15,9%.

O Gartner divulgou uma pesquisa que revela que, em 2014, um em cada 10 computadores pessoais serão tablets. A instituição crê que o surgimento do iPad e outros dispositivos similares começaram a afetar, até agora, o crescimento contínuo da venda de PCs.

De acordo com estimativas do Gartner, ainda este ano serão vendidos 19,5 milhões de tablets e que este resultado praticamente se triplicará em 2011, até alcançar os 54,8 milhões de unidades, o que irremediavelmente afetará a venda dos computadores convencionais.

A empresa de análise norteamericana publicou suas previsões de venda de computadores em todo o mundo para este ano e em um futuro próximo. Segundo seus cálculos, em 2010 poderão ser vendidos 352,4 milhões de unidades, o que suporia um aumento na receita de 14,3% em comparação a 2009, ainda que esta seja uma cifra menor do que as estimativas do mês passado, que calcularam avanço de 17,9%.

Para 2011, a instituição prevê que as vendas de computadores pessoais aumentem 15,9%, frente aos 18,1% calculados anteriormente, e alcancem os 409 milhões de unidades.

Esta desaceleração no ritmo de crescimento das vendas de PC responde, segundo o diretor de investigações do Gartner, Ranjit Atwal, “a uma previsível queda de demanda, devido, em grande parte ao crescente interesse em dispositivos como o iPad”, afirma.

Para ele, em longo prazo, se espera que os tablets tenham canibalizado cerca de 10% das vendas dos PCs. “Não é de se estranhar que, depois da saída ao mercado do iPad da Apple, alguns dos maiores fabricantes de computadores como a Dell e a HP tenham desenvolvido dispositivos semelhantes.

De acordo com o Gartner, este mercado se verá afetado, também pela venda dos smartphones.    

veja também