MENU

Google lança ferramentas para políticos

Google lança ferramentas para políticos

Atualizado: Sexta-feira, 4 Junho de 2010 as 11:54

O gigante das buscas apresentou duas novas ferramentas para auxiliar políticos em suas campanhas online. O YouTube Choose 2010 Campaign Toolkit e o Google Campaign Toolkit reúnem uma série de serviços já ofertados pelas empresas e incluem alguns novos. No  YouTube Choose 2010 Campaign Toolkit , as novas opções estão divididas em um pacote gratuito e outro pago.

O político que optar pelo pacote pago poderá promover seus vídeos por meio de palavras-chaves – “um AdWords para vídeos”, segundo o Google . A cobrança seria proporcional ao número de cliques recebidos pelo vídeo.

Outro recurso vai permitir inserir anúncios sobre os vídeos do YouTube. A publicidade levaria para a página pessoal ou qualquer outro endereço de escolha do candidato.

Ainda no YouTube também vai ser possível anexar pequenos vídeos, com duração entre 15 e 30 segundos, a outros conteúdos. Os anúncios seriam direcionados levando em conta público alvo, localização, aspecto demográfico ou conteúdo on-line. Por enquanto, esses três recursos somente estão disponíveis para políticos americanos candidatos a cargos estaduais ou federais.

Entre as opções gratuitas, a YouTube Insight que vai permitir analisar audiência dos vídeos detalhadamente, por meio de sua incorporação em blogs, encaminhamento via email, comentários etc.

Ferramentas para campanha do Google

Segundo a empresa, em 2008, durante a campanha do presidente Barack Obama, pela primeira vez a internet superou jornais e revistas em influência sobre os eleitores.

O Google Campaign Tools nada mais que é a centralização de diversos serviços da empresa em um único endereço. Google AdWords, para a compra de palavras-chaves; Google Maps, para mashups e geolocalização; Google News, para acompanhamento de notícias; entre outros, são algumas das ferramentas ofertadas.  Nesse caso, a maioria deles pode ser acessada gratuitamente.

Postado por: Cristiano Bitencourt

veja também