MENU

Inglaterra quer bloquear sites pornôs

Inglaterra quer bloquear sites pornôs

Atualizado: Segunda-feira, 20 Dezembro de 2010 as 11:57

O governo da Inglaterra estuda adotar uma polêmica medida para tentar combater a exposição de crianças ao sexo na web. Em encontro que deve ser realizado em breve, ele deve pedir aos provedores de banda larga que aumentem as restrições a todos os sites pornôs, mantendo-os bloqueados para qualquer usuário.   De acordo com informações do The Guardian, a medida inclui um pedido aos provedores para que considerem automaticamente bloquear acesso a essas páginas para qualquer internauta – independente da idade. Os indivíduos que quisessem acessá-las teriam que optar pelo desbloqueio – um caminho reverso do que acontece hoje, no qual pais, por exemplo, podem acionar filtros que impedem o acesso a páginas com determinado conteúdo.

Isso significa que todos os sites pornôs (e não apenas os ilegais, com conteúdo pedófilo, pro exemplo) ficariam bloqueados, a não ser que a pessoa pedisse especificamente para acessá-lo.

O Ministro da Comunicação, Ed Vaizey, deverá se encontrar em breve com empresas como BT, Virgin Media e TalkTalk para discutir como prevenir que crianças fiquem expostas à pornografia na rede.

Entre os argumentos usados pelo partido Conservador, que defende a causa, está o fato de que 60% dos garotos entre 9-19 anos encontra pornografia na internet, mas somente 15% dos pais sabem usar os filtros para bloquear o acesso a determinados sites.    

veja também