MENU

Internet comemora 40 anos em meio a novos desafios

Internet comemora 40 anos em meio a novos desafios

Atualizado: Quinta-feira, 29 Outubro de 2009 as 12

Há 40 anos, em 29 de outubro de 1969, uma equipe de engenheiros americanos coordenada pelo professor Leonard Kleinrock enviou a primeira mensagem entre dois computadores, que estavam em locais diferentes, dentro da rede Arpanet. O fato marcou o nascimento da internet, um fenômeno social mundial que revolucionou, e continua revolucionando, as comunicações, a educação, a economia e o entretenimento, levando a dramáticas mudanças em nossas vidas.

Kleinrock, para quem hoje a internet está apenas na sua adolescência, estava longe de imaginar os fenômenos sociais que nasceriam com a sua criação, como Facebook, Twitter ou YouTube. E muito menos o que ele chama de "lado negro" da web.

Nesta quinta-feira, ao lado dos principais especialistas em internet nos Estados Unidos, Kleinrock estará comemorando a data em um evento especial na Universidade da Califórnia, em Los Angeles.

Os dados trocados entre os dois computadores, um localizado no laboratório de Kleinrock na Ucla e outro na Universidade de Standford, eram pequenos e insignificantes, mas prepararam o terreno para a rede interuniversidades Arpanet, que cresceria e tornaria possível o surgimento da hoje indispensável internet.

A Arpanet começou como um projeto do Departamento de Defesa dos Estados Unidos e os pequisadores e engenheiros foram contratados pelo governo americano com o objetivo de facilitar a troca de dados entre os órgãos de pesquisa governamentais.

Mas o próprio governo norte-americano, que financiou as primeiras pesquisas, não se envolveu muito com a internet e deixou que os engenheiros promovessem a idéia de uma rede aberta, com trocas livres de informações.

Esta característica de ausência de regras e políticas comerciais que poderiam facilmente ter se tornado obstáculos foi um dos principais fatores a auxiliar o florescimento da internet.

No entanto, hoje os próprios engenheiros que participaram daquela experiência admitem que o idealismo inicial está desaparecendo aos poucos. O spam e os hackers, ou o "lado negro da internet", como diz Kleinrock, obrigam os operadores de redes a criarem barreiras de proteção, enquanto normas comerciais levam à imposição de políticas que prejudicam os concorrentes, como por exemplo, na disputa pelo mercado de smartphones entre Google e Apple, em que a empresa de Steve Jobs restringiu o uso de softwares de navegação na internet no iPhone, tendo bloqueado recentemente a aplicação Google Voice.

Os diversos 'aniversários' da internet

O aniversário da rede mundial de computadores é comemorado em várias datas, apesar de o dia 29 de outubro de 1969 ser considerado o mais importante como marco do nascimento da 'rede das redes', já que foi a primeira vez que uma mensagem foi enviada entre dois computadores não conectados diretamente.

No dia 2 de setembro de 1969, por exemplo, os cientistas da Universidade da Califórnia trocaram informações entre dois computadores, que estavam na mesma sala, por meio de um cabo de cinco metros. Não era ainda o nascimento da internet propriamente dita, mas alguns engenheiros consideram esta data como o início oficial.

Na década de 70 foram criados os correios eletrônicos e os protocolos de comunicação TCP/IP, que facilitaram a conexão entre várias redes diversas.

O 1º de janeiro de 1983 é relembrado como o dia em que todos os computadores da rede Arpanet adotaram o protocolo TCP/IP, o padrão de comunicação online utilizado até hoje.

Em março de 1989, Tim Berners-Lee criou a World Wide Web, um sistema eficiente para publicação e acesso de informações. Berners-Lee, um cientista britânico atuante na Suíça, ajudou a criar a linguagem de hipertexto usada até hoje em websites, links e navegadores.

Finalmente, em abril de 1993, foi lançado o Mosaic, considerado o primeiro navegador de internet a facilitar a usabilidade, ajudando a popularizar a internet. Como precursor do Netscape Navigator, Internet Explorer e tantos outros navegadores existentes hoje, o Mosaic também foi um passo crucial para tirar a internet do laboratório e levá-la para dentro das nossas casas.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também