MENU

Internet das "coisas" antecipa fim do IPv4

Internet das "coisas" antecipa fim do IPv4

Atualizado: Terça-feira, 17 Maio de 2011 as 2:16

A consultoria Multirede avalia que a escassez por endereços IPv4 aumentará cada vez mais em função das seguintes demandas: computadores residenciais sempre conectados (Always-on); acesso via tablets e PDAs; carros com aplicações IP; eletrodomésticos conectados à Internet e equipamentos médicos integrados à rede.

O gerente de produtos desta empresa Tácito Santos avalia que o assunto IPv6 está em evidência e praticamente todos os fabricantes estão trabalhando na adequação dos seus produtos. “Dia 1º de fevereiro deste ano foi o ‘Exaustion Day’, quando o IANA forneceu o último bloco de endereços IPv4”.

Santos compara o momento com outra expectativa antiga no setor de TI: “diferentemente do bug do milênio que tinha uma data definida para acontecer, a  migração de IPv4 para IPv6 não tem esta data. Quem definirá este prazo limite é a natureza do negócio de cada empresa”.

O gerente, porém, alerta que mais cedo ou mais tarde esta necessidade se apresentará. “Planejar a migração a partir de agora permite trabalhar sem atropelos. Quem esperar até o último momento vai se expor à falta de preparação. Desta forma pode se sujeitar a erros devido ao curto espaço de tempo para adaptação”.

A empresa idealizou um treinamento específico para capacitar os profissionais de TI diante dos desafios da migração de IPv4 para IPv6. Além do curso mais técnico também foi desenvolvido um workshop gerencial para viabilizar uma visão geral do IPv6.         Por Francine Machado

veja também